Sorocaba e Região

Viação São Roque: TRT-15 faz audiência de conciliação nesta quinta (26)

Paralisação das linhas entre São Roque, Mairinque, Alumínio e Ibiúna chegou ao quinto dia nesta quarta-feira (25)
Greve na Viação São Roque completou cinco dias. Crédito da Foto: Divulgação/Sindicato dos Rodoviários

Uma audiência de conciliação sobre a greve dos funcionários da Viação São Roque (VSR) está marcada para esta quinta-feira (26), às 15h, na sede do Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região (TRT-15), em Campinas.

Representantes da empresa, do Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba e Região e da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo (EMTU) devem participar da negociação.

Leia mais  TRT-15 determina operação parcial da Viação São Roque durante greve

 

A paralisação das linhas entre São Roque, Mairinque, Alumínio e Ibiúna chegou ao quinto dia nesta quarta-feira (24). Desde terça (23) a frota roda parcialmente, atendendo às liminares concedidas pelo TRT-15 em favor da própria VSR e da EMTU, gerenciadora das linhas de ônibus intermunicipais na Região Metropolitana de Sorocaba (RMS).

O TRT determinou que 70% da frota permaneça em operação nos horários de pico (das 6h às 8h e das 16h às 18h). Nos demais horários, 50% dos ônibus devem estar nas ruas.

De acordo com o Sindicato dos Rodoviários, quatro ônibus da Viação São Roque foram tirados de circulação por fiscais da EMTU em diligência nesta quarta-feira (25). Os veículos apresentavam problemas como: pneus carecas, banco do motorista em condições inadequadas, panes eletrônicas, catraca sem funcionar, suspensão arriada e mola mestra quebrada.

A EMTU informou que vai multar a Viação São Roque pelas irregularidades.

Problemas

Os 88 trabalhadores da Viação São Roque estão em greve por falta de pagamento de salário, tíquete-refeição, cesta básica, férias, PLR (participação nos lucros e resultados) e não-recolhimento de FGTS e INSS, afirma o sindicato. A empresa nega o atraso salarial.

Outro ponto é a inadimplência no parcelamento das verbas rescisórias que devem ser pagas aos trabalhadores que operavam o transporte urbano de São Roque. O grupo foi demitido quando a empresa transferiu à Mirage Transportes a concessão pública para operar essas linhas. (Da Redação)

Comentários