Sorocaba e Região

Ônibus da Viação São Roque são fiscalizados pela EMTU

Motoristas da empresa estão em greve, mas cumprem liminares que determinam o funcionamento parcial da frota
Segundo o Sindicato dos Rodoviários, alguns ônibus estão sendo recolhidos. Crédito da foto: Divulgação (25/09/2019)

*Atualizada às 12h20

A Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU) realizou uma fiscalização nos ônibus da Viação São Roque na manhã desta quarta-feira (25). Segundo o órgão, de seis veículos em circulação, dois apresentavam problemas de segurança e foram recolhidos para a garagem.

Os motoristas da empresa estão em greve desde sábado (21), mas cumprem duas liminares que determinam o funcionamento parcial da frota. De acordo com o sindicato, um dos motivos da paralisação são problemas mecânicos  “que colocam a vida dos motoristas, cobradores e passageiros em risco”.

Leia mais  Blitz fiscaliza veículos de transporte escolar em Sorocaba

 

A EMTU não divulgou quais foram as irregularidades encontradas. Porém, conforme o sindicato, foram constatados problemas como pneus carecas e um ônibus com a catraca sem funcionar. Em outro veículo, o banco do motorista era sustentado por uma madeira.

De acordo com a EMTU,  a permissionária será penalizada e pode recorrer, conforme a legislação em vigor.  O órgão acrescentou, ainda, que a VSR “se comprometeu a regularizar as pendências trabalhistas e a situação de conservação e manutenção da frota o mais breve possível”.

“Caso contrário, a EMTU adotará as medidas cabíveis para a substituição da empresa no transporte metropolitano da região de Sorocaba”, destacou em nota.

A reportagem tentou contato com a Viação São Roque, mas ninguém atendeu as ligações feitas na garagem da empresa. A VSR é responsável pelas linhas intermunicipais entre São Roque, Alumínio, Mairinque e Ibiúna.

A fiscal da EMTu chegou na garagem da empresa, em Sâo Roque, na manhã desta quarta (25). Crédito da foto: Divulgação (25/09/2019)

Liminares

Na terça-feira (24), os funcionários da Viação São Roque decidiram cumprir as liminares que obrigam o funcionamento parcial da frota enquanto durar a paralisação. A decisão foi tomada em assembleia, após a determinação do Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região (TRT-15).

Com isso, os ônibus estão rodando com 70% da frota nos horários de pico. Nos demais horários, uma liminar determina 40% e a outra 50% dos ônibus em operação. Uma audiência de conciliação está marcada para o dia 26, próxima quinta-feira, na sede do TRT-15, em Campinas.

Problemas

Os 88 trabalhadores da Viação São Roque estão no quinto dia de greve por falta de pagamento de salário, tíquete-refeição, cesta básica, férias, PLR (participação nos lucros e resultados) e não-recolhimento de FGTS e INSS, afirma o sindicato. A empresa nega o atraso salarial.

Outro ponto é a inadimplência no parcelamento das verbas rescisórias que devem ser pagas aos trabalhadores que operavam o transporte urbano de São Roque. O grupo foi demitido quando a empresa transferiu à Mirage Transportes a concessão pública para operar essas linhas.

O sindicato também denunciou, na terça-feira (24), que a frota de ônibus da VSR apresenta problemas mecânicos que coloca a vida dos motoristas, cobradores e passageiros em risco, com pneus carecas, falta de limpadores de pára-brisa, bancos e cintos de segurança em condições precárias. (Da Redação)

Comentários