Sorocaba e Região

TRT-15 determina operação parcial da Viação São Roque durante greve

Ônibus vão rodar com 70% da frota nos horários de pico e 50% nos demais horários
Ônibus da Viação São Roque voltam a operar em caráter parcial. Crédito da Foto: Cortesia/Jornal da Economia (24/9/2019)

Os funcionários da Viação São Roque (VSR), em greve desde sábado (21), decidiram cumprir as liminares que obrigam o funcionamento parcial da frota enquanto durar a paralisação.

Leia mais  Funcionários da Viação São Roque iniciam greve no sábado (21)

 

A decisão foi tomada em assembleia nesta terça-feira (24), após a concessão das liminares pelo Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região (TRT-15).

O TRT-15 foi acionado pela própria VSR e pela Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo (EMTU). A EMTU gerencia as linhas intermunicipais entre São Roque, Alumínio, Mairinque e Ibiúna, na Região Metropolitana de Sorocaba (RMS).

Com isso, os ônibus vão rodar com 70% da frota nos horários de pico. Nos demais horários, uma liminar determina 40% e a outra 50% dos ônibus em operação. Uma audiência de conciliação está marcada para o dia 26, próxima quinta-feira, na sede do TRT-15, em Campinas.

Conforme o Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba e Região, os trabalhadores que não estão operando os ônibus permanecem acampados em frente à garagem da empresa.

Problemas

Os 88 trabalhadores da Viação São Roque estão no quarto dia de greve por falta de pagamento de salário, tíquete-refeição, cesta básica, férias, PLR (participação nos lucros e resultados) e não-recolhimento de FGTS e INSS, afirma o sindicato. A VSR nega o atraso salarial.

Também estariam ocorrendo irregularidades junto a ex-beneficiários do INSS, conforme o sindicato. Outro ponto é a inadimplência no parcelamento das verbas rescisórias que devem ser pagas aos trabalhadores que operavam o transporte urbano de São Roque e foram demitidos quando a empresa transferiu à Mirage Transportes a concessão pública para operar essas linhas.

O Sindicato dos Rodoviários também denunciou, nesta terça-feira (24), que a frota de ônibus da VSR apresenta problemas mecânicos que coloca a vida dos motoristas, cobradores e passageiros em risco, com pneus carecas, falta de limpadores de pára-brisa, bancos e cintos de segurança em condições precárias. (Da Redação)

Comentários