Covid-19 Sorocaba e Região

‘Região de Sorocaba continua na fase laranja’, garante Manga

Governo estadual antecipou reclassificação do Plano São Paulo para esta sexta-feira
Quarentena
Crédito da foto: Fábio Rogério (21/8/2020)

O prefeito de Sorocaba, Rodrigo Manga (Podemos), afirmou nesta sexta-feira (15) que a região continuará na fase laranja do Plano São Paulo, que regula o funcionamento de comércios e serviços no Estado durante a quarentena. O governador João Doria (PSDB) vai anunciar no começo da tarde a nova reclassificação extraordinária, anteriormente prevista para acontecer apenas no dia 5 de fevereiro.

De acordo com Manga, a informação foi repassada durante a manhã pelo secretário de Desenvolvimento Regional do Estado de São Paulo, Marco Vinholi. “Praticamente todo o Estado vai regredir para a fase vermelha, mas Sorocaba continua como está, com o comércio aberto. Continuamos na fase laranja”, afirmou em entrevista à rádio Jovem Pan Sorocaba.

O prefeito falou ainda sobre a possível implantação do chamado Plano Sorocaba, com medidas específicas para a cidade, que ainda está sendo negociado com o governo Estadual. “A gente entende a redução de horário, como é feita hoje, você aglomera mais”, diz. A medida estenderia o horário de funcionamento dos estabelecimentos para até 18 horas por dia, divididas em três blocos, de 6, 12 ou 18 horas, evitando que os funcionários realizem suas refeições dentro dos locais.

Leia mais  Escândalo de vacinas na Argentina, um golpe forte para Fernández

Manga cita, entre outras ações, a ampliação no número de ônibus circulando na cidade para evitar a aglomeração de pessoas, o início da circulação de ônibus com proteção contra Covid-19, a contratação de leitos de UTI com a Santa Casa na Unidade Pré-Hospitalar (UPH) Zona Leste e o plano municipal de vacinação.

Fase laranja

Após o Governo Estadual regredir a região de Sorocaba para a fase laranja do Plano São Paulo no dia 8 de janeiro, a Prefeitura de Sorocaba publicou um novo decreto, nº 26.070/21, na terça-feira (12), que adéqua as medidas de flexibilização da economia à cidade. As determinações liberam o funcionamento de salões de beleza, academias e parques, que, anteriormente, eram proibidas na fase laranja.

Estão permitidas, com oito horas de funcionamento, atividades como comércio, concessionárias de veículos, restaurantes, salões de beleza, academias, eventos e atividades culturais, das 6h às 20h, com 40% da capacidade de ocupação. Apenas o atendimento presencial em bares continua proibido. (Da Redação)

Comentários
Assuntos