Sorocaba e Região

Vereadores chegam à casa de Crespo para depoimento

Prefeito de Sorocaba é investigado pela Comissão Processante no caso do voluntariado
Prefeitura de Sorocaba
O prefeito José Crespo durante lançamento do caderno de Obras Pública. Crédito da foto: Fernando Abreu / Prefeitura de Sorocaba (28/6/2019)

Os vereadores integrantes da Comissão Processante que investiga o prefeito de Sorocaba, José Crespo (DEM), chegaram antes das 14h desta segunda-feira (22) à casa do chefe do Executivo. Crespo irá depor aos vereadores no caso do voluntariado na Prefeitura, envolvendo a ex-servidora comissionada Tatiane Polis, em que é investigado por suposta infração político-administrativa.

Os parlamentares Nenê Silvano (PV), Hudson Pessini (MDB) e Luis Santos (Pros) chegaram ao local em dois carros. Há informações de que na residência do prefeito estão também os secretários Flávio Chaves (Relações Institucionais e Metropolitanas) e Gilberg Antunes (comunicação).

Inicialmente, Crespo deveria ter prestado depoimento no dia 11 de julho, mas não compareceu por razão médica — um atestado médico de 14 dias foi protocolado por ele na tarde do último dia 4. Com isso, os membros da Comissão e o chefe do Executivo entraram em um acordo para que a oitiva ocorresse nesta segunda, às 14h, na casa do prefeito.

Após a oitiva com José Crespo, a defesa terá o prazo de cinco dias para apresentação das alegações finais. Em seguida os membros da comissão deverão elaborar o relatório final e apresentá-lo à presidência da Câmara.

Polêmica

Durante o período de afastamento, Crespo foi fotografado em um restaurante de Montevidéu ao lado da primeira-dama, Lilian Crespo. A imagem começou a circular em grupos de aplicativos de mensagem, chegando à redação do jornal Cruzeiro do Sul no dia 11, data em que o prefeito deveria ter comparecido à Câmara. O chefe do Executivo se justificou dizendo que a viagem já estava programada há meses. (Com informações de Marcel Scinocca)

Comentários

CLASSICRUZEIRO