Sorocaba e Região

Crespo prestará depoimento à Comissão Processante da Câmara em sua casa

Prefeito de Sorocaba está afastado por razões médicas e depoimento será no dia 22
Crespo é investigado pela Câmara no caso do voluntariado de Tatiane Polis. Crédito da foto: Emídio Marques/Arquivo JCS (11/12/2017)

O prefeito de Sorocaba, José Crespo (DEM), prestará depoimento à Comissão Processante da Câmara que o investiga em sua residência. A decisão ocorreu em comum acordo entre o chefe do Executivo e membros da Comissão.

Leia mais  Crespo se afasta por 14 dias e indefine oitiva da Comissão Processante

 

Crespo era esperado para prestar depoimento nesta quinta-feira (11), mas não compareceu por razão médica — ele está afastado das suas funções desde a última sexta-feira (5), por um prazo de 14 dias.

De acordo com a Comissão Processante, a oitiva ocorrerá na casa de José Crespo no dia 22 deste mês, às 14h. A decisão foi anunciada na presença de Márcio Leme, que representa Crespo na investigação que tramita na Câmara.

Nesse período, ao menos o atestado informado de 14 dias apresentado pelo chefe do Executivo não estará mais em vigor — mas o relator da Comissão, vereador Hudson Pessini (MDB), disse que a ideia da Comissão foi de se antecipar “ao risco de mais um atestado”. O emedebista também confirmou que trata-se de uma exceção aberta para o caso específico do prefeito — que, com isso, pode escolher local, data e hora para ser ouvido.

Após a oitiva com José Crespo, a defesa terá o prazo de cinco dias para apresentação das alegações finais. Em seguida os membros da comissão deverão elaborar o relatório final e apresentá-lo à presidência da Câmara. Crespo é investigado por suposta infração político-administrativa no caso do voluntariado na Prefeitura de Sorocaba, envolvendo a ex-servidora comissionada Tatiane Polis.

Judicialização

O advogado Márcio Leme afirmou à imprensa que pretende levar indeferimentos da Comissão à Justiça. Leme considera que a medida adotada, de indeferir a substituição de três testemunhas, cerceia o direito de defesa do prefeito. Márcio Leme garantiu que fará o protocolo à Justiça ainda nesta quinta-feira. (Marcel Scinocca)

Comentários

CLASSICRUZEIRO