Sorocaba e Região

DIG investiga morte de atendente a tiros em posto de Sorocaba

Equipe de policiais está nas ruas fazendo diligências sobre o caso
Fachada da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Sorocaba. Crédito da foto: Fábio Rogério (12/09/2019)

A Delegacia de Investigações Gerais (DIG) ficou responsável pela investigação da morte de um jovem em um posto de combustíveis no bairro Santa Rosália, em Sorocaba. Um inquérito policial está sendo instaurado pela unidade da Polícia Civil na manhã desta quinta-feira (21).

Conforme a delegacia especializada, já na manhã desta quinta uma equipe de investigadores está nas ruas fazendo diligências sobre o caso. Não foi detalhado qual tipo de busca está sendo realizado. A ação é comandada pela delegada titular da DIG, Luciane Regina Bachir.

Dois homens são suspeitos de cometer o crime e seguem foragidos. O carro que teria sido utilizado pela dupla foi apreendido na tarde desta quarta-feira (20) pela Polícia Militar. O veículo, um Volkswagen Gol cinza, constava como produto de furto cometido em Sorocaba em 2016.

Segundo a PM, o veículo teria sido utilizado no homicídio e na fuga dos suspeitos. O carro passou por perícia técnica e foi apreendido no Plantão Policial Norte. Há informação de um segundo veículo envolvido no crime, que estava com a situação regular e ainda não foi encontrado.

O veículo que teria sido utilizado no homicídio foi apreendido. Crédito da foto: Divulgação

O caso

O atendente Lucas Roberto Oliveira, de 26 anos, trabalhava na loja de conveniência dentro do posto e foi morto a tiros por volta das 6h desta quarta-feira.De acordo com o apurado pela polícia, o crime teria sido motivado por uma discussão discussão por causa de uma bagunça promovida pela dupla.

O jovem foi socorrido por uma ambulância Alfa do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) com pelo menos sete ferimentos de tiros. Ele foi encaminhado em estado grave para o Conjunto Hospitalar de Sorocaba, mas sofreu uma parada cardíaca e morreu no hospital.

O posto, que fica no cruzamento entre as avenidas São Francisco e Dom Aguirre, foi isolado e passou por perícia. O crime foi registrado por câmeras de segurança. As imagens ajudarão na investigação feita pela Polícia Civil.

Comentários