São Bento

Edson Vieira brilha e pede São Bento ‘pé no chão’

O treinador alcançou a quarta vitória em quatro jogos à frente do Bentão
Edson Vieira brilha e pede São Bento ‘pé no chão’
Edson Vieira é o treinador do São Bento. Crédito da foto: Fábio Rogério (9/3/2020)

O técnico Edson Vieira é um dos responsáveis pela boa fase do São Bento. Contratado para substituir Léo Condé, chegou na nona rodada, quando o clube estava na zona do rebaixamento.

Com a vitória sobre o Penapolense, por 2 a 1, neste domingo (15), engatou a quarta seguida. Agora, o time inicia a briga para entrar no G8 da Série A2 do Campeonato Paulista.

Apesar do bom momento, o treinador lembra o clima em sua chegada. “Na minha apresentação, quando eu cheguei no vestiário, eu vi um clima de derrota. Um fantasma de um novo descenso muito grande. Nós estávamos com seis pontos e eu disse para eles [jogadores] que nós tínhamos sete finais, não tínhamos que pensar em classificação. Tínhamos que pôr os pés no chão”, avaliou o comandante do Bentão.

A última taça conquistada pelo Bentão foi com Edson Vieira, a Série A3 do Paulista, em 2013. De lá para cá, o clube sorocabano acumulou acessos e chegou à elite estadual e à Série B do Campeonato Brasileiro. Uma ascensão meteórica.

Para o treinador, o sucesso talvez tenha subido à cabeça. “O São Bento ficou meio mascarado, essa é a palavra. E não pode, o clube sempre foi pé no chão, por isso tem a tradição que tem. O salto ficou muito alto, precisa voltar a ser o que era. Precisa repensar para chegar à Série A1 (do Paulista), se precisa trazer um jogador com tantos quilos de feijão [caro]. Não, precisa um de menos quilos, o que dá a vida”, revelou.

Adeus ao fantasma do rebaixamento

Com 18 pontos, as chances de rebaixamento estão eliminadas na competição. Essa foi a principal meta estipulada pela direção para a contratação de Edson Vieira.

O técnico, em quatro jogos, atingiu o objetivo. E fez questão de ressaltar o feito, e ainda lembrar que o ano continua para o Azulão.

Tanto que a Série C do Brasileiro já está chegando. “Eu, com esse grupo que acreditou e a comissão técnica, estamos dando de presente para vocês, diretoria do São Bento, o time não cai mais. Agora, é hora de se planejar. Uma Série C [do Brasileiro] está batendo às portas. Seja com Edson Vieira ou não, a Série C está batendo às portas. É um patrimônio, o Brasileiro, que o clube tem. Isso não é recado, é realidade”, falou.

Leia mais  Virada no jogo sem público

 

De folga nesta segunda-feira (16), o elenco do São Bento se reapresenta na terça-feira (17). A equipe terá a semana cheia para treinar, se recuperar e volta a campo no sábado (21), se a Federação Paulista de Futebol (FPF) mantiver o calendário mesmo com a pandemia do coronavírus, às 16h, para encarar o Atibaia, no Estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba. (Zeca Cardoso)

Comentários