São Bento

São Bento vence o quarto jogo consecutivo na Série A2

A equipe sorocabana derrotou o Penapolense, fora de casa, de virada, por 2 a 1
Campeonato Paulista de Futebol da Série A2
Jogadores do São Bento comemoram o primeiro gol contra o Penapolense. Crédito da foto: Reprodução / Federação Paulista de Futebol (15/3/2020)

 

Atualizada às 18h21

O São Bento venceu a Penapolense, por 2 a 1, neste domingo (15) e engatou a quarta vitória consecutiva. Com os três pontos, o clube sorocabano chegou aos 18 pontos e já se livrou do rebaixamento na Série A2 do Campeonato Paulista, a meta estipulada pelo técnico Edson Vieira. Agora, o Bentão buscará a classificação para o mata-mata da competição, nas três próximas rodadas.

Com a vitória da Portuguesa sobre o Rio Claro, o Azulão está na 9ª posição, por conta do critério de desempate. Mas o triunfo é de extrema importância, a confirmação de uma boa fase e a construção de um caminho do resgate da autoestima, como afirmou Fábio Bahia ao final do jogo.

“Um resgate, o São Bento, eu sempre falei, é essa luta, a vontade. Quando dentro de campo a gente coloca isso, o torcedor reconhece. Nos últimos jogos nós temos feito isso. É um resgate de um time que teve uma ascensão muito grande, mas ano passado foi rebaixado duas vezes. Esse é o São Bento que nós e o torcedor gostamos”, disse o capitão, ao microfone da rádio Cruzeiro FM 92,3.

O jogo

Com a bola rolando, a primeira boa oportunidade foi do São Bento. O zagueiro do Penapolense errou o domínio e deixou a bola livre para Bambam, que invadiu a grande área e foi parado pelo goleiro Léo Lopes. A resposta dos donos da casa foi com Márcio Jonathan. O centroavante cabeceou para a boa defesa de Lucas Macanhan.

Aproveitando a velocidade de Diego Tavares, o Bentão puxou o contra-ataque com o camisa 7, o atacante livre de marcação, dentro da grande área, finalizou de pé direito, mas Léo Lopes espalmou para a linha de fundo. O time de Penápolis abriu o placar, aos 24 minutos, com Jaílton. Após boa troca de passes, Márcio Jonathan serviu o companheiro, que cara a cara com Macanhan, fez o 1 a 0.

Sem dar muitas chances de euforia para os donos da casa, o São Bento empatou a partida com Bambam, aos 29 minutos. Thiago Primão finalizou de fora da área, o goleiro Léo Lopes deu o rebote e o camisa 9 beneditino mostrou o seu faro de gol, e jogou para o fundo da rede: 1 a 1. Depois de empatar, o Azulão sorocabano ainda desperdiçou algumas chances de virar a partida.

“O que nós não podemos é perder tantas oportunidades. A bola às vezes pune, a gente fica perdendo chance, os caras vão lá e fazem um gol, aí vira um problema para gente. Vamos concentrar e tentar matar (o jogo) no segundo tempo para voltar para casa com uma vitória que a gente consegue”, falou o goleiro Lucas Macanhan, no intervalo, ao microfone da rádio Cruzeiro FM 92,3.

Virada

E na primeiro oportunidade no segundo tempo, o São Bento não desperdiçou. Erick Luís tocou para atacante Bambam, o artilheiro beneditino trabalhou como garçom desta vez e serviu Ruan. O camisa 11, de pé direito, teve o trabalho de empurrar para a rede e virar o placar para o Bentão: 2 a 1.

A resposta do Penapolense veio na bola parada. Na cobrança de escanteio, Alex Nemetz fez o cruzamento na cabeça de Pablo, o volante subiu mais que a zaga beneditina e cabeceou com perigo, por cima do gol de Macanhan. Em nova oportunidade na bola alta, Henrique Mota testou firme e o goleiro do Bentão fez belíssima defesa, salvando o time beneditino.

Leia mais  Magnus tem 4 indicações a prêmios de melhor do mundo

 

Nos minutos finais, os donos da casa tentaram pressionar, buscaram mais o ataque, mas não levaram mais perigo ao gol do São Bento. Com uma defesa sólida, os sorocabanos conseguiram garantir mais uma vitória na Série A2 do Campeonato Paulista. (Zeca Cardoso)

Penapolense 1 x 2 São Bento

Penapolense – Léo Lopes; Douglas Dias, Henrique Mota, Jaílton e Gabriel Araújo; Pablo (Júnior Palmares), Luís Menezes e Alex Nemetz; Marcelinho (Matheus Duarte), Rafinha e Márcio Jonathan (Maikon Aquino). Técnico: Alberto Felix

São Bento – Lucas Macanhan; Marcos Martins, Flávio Boaventura, Douglas Assis (Victor Salinas) e Allan Vieira; Fábio Bahia, Serginho e Thiago Primão (Erick Luís); Diego Tavares, Ruan (Doriva) e Bambam. Técnico: Edson Vieira

Gols – Jaílton, aos 24 minutos do 1º tempo (Penapolense); Bambam, aos 29 minutos do 1º tempo, e Ruan, aos 23 minutos do 2º tempo (São Bento)

Árbitro – Danilo da Silva (SP)

Cartões amarelos – Jaílton e Pablo (Penapolense); Thiago Primão, Bambam e Marcos Martins (São Bento)

Local – Estádio Municipal Tenente Carriço, em Penápolis (SP)

Comentários