Covid-19 Sorocaba e Região

Sorocaba aumenta restrições; bancos fecham e transporte será reduzido

Também haverá restrição a postos de combustível entre quarta (31) e a próxima terça-feira (6)
Medidas foram anunciadas em coletiva pela Prefeitura. Crédito da foto: Marcel Scinocca (29/3/2021)

 

O prefeito Rodrigo Manga (Republicanos) anunciou nesta segunda-feira (29) medidas ainda mais restritivas para a circulação de pessoas na cidade. Entre elas, está a antecipação de feriados. A decisão foi tomada ouvindo instituições e cidades vizinhas a Sorocaba. A Secretaria de Saúde tem expectativa de redução na transmissão viral da cidade, com as medidas em prática.

As medidas valerão de quarta-feira (31) até a terça-feira (6). Nesse período, ocorrerá a antecipação de feriados na cidade, aprovada pela Câmara de Sorocaba, na segunda-feira (29), em razão do estado de calamidade pública gerado pela Covid-19, como medida de enfrentamento da emergência de saúde pública vivenciada na cidade.

Serão antecipados os seguintes feriados de 2021 e 2022: Aniversário de Sorocaba (15 de Agosto), Consciência Negra (20 de Novembro) e Corpus Christi (3 e 16 de junho). Essas datas se incorporam ao feriado da Sexta-feira Santa, dia 2 de abril. Com isso, a cidade terá sete dias de feriado.

Nesse período, não haverá o funcionamento de compras no chamado sistema drive-thru, com retirado do produto no estabelecimento. Bancos e lotéricas também ficarão fechados. Os supermercados devem ter lotação máxima de 60% em seus estacionamentos, com outras medidas de redução de fluxo interno. Os serviços públicos ficarão fechados, incluindo as Unidades Básicas de Saúde (UBSs).

Haverá ainda redução no número de ônibus do transporte coletivo, que terá frota circulando com esquema de domingos. Os postos de combustíveis seguem com as restrições que já entraram em vigor desde sábado (27), ou seja, funcionando das 6h às 20h, em dias de semana, e fechando no domingo. As conveniências dos postos serão fechadas também até o dia 6. As barreiras sanitárias seguem nas entradas da cidade.

Leia mais  Vacinação contra a gripe começa nesta segunda-feira e terá três etapas

O sistema delivery estará permitido exclusivamente aos setores farmacêutico e alimentício. Aos serviços de saúde pública e particular somente serão permitidos os atendimentos dos casos de urgência e emergência.

No comércio, o prefeito afirmou que haverá mais fiscalização e controle. ‘Estamos vivendo um momento extremamente delicado. Existe uma sobrecarga de mão de obra, de RH, falta de insumo e um índice de contágio extremamente perigoso‘, destacou Manga para justificar as medidas.

Como medida para fortalecer a economia da cidade, o chefe do Executivo destacou a suspensão do ISS para autônomos e da TFIF, para o comércio, cujas cobranças serão retomadas após o meio do ano.

Ministério Público, Conselho Municipal de Saúde, Associação Comercial de Sorocaba, comerciantes do Centro, Associação dos Supermercadistas, Centro das Indústrias do Estado de São Paulo e também feirantes da cidade, segundo Manga, foram ouvidos para a apresentação das medidas.

Leia mais  Arrecadação tributária cresce 11,08% no 1º trimestre em Sorocaba

Expectativa

De acordo com o secretário de Saúde de Sorocaba, Vinícius Rodrigues, as medidas estão sendo tomadas com a expectativa de redução viral. Ainda conforme ele, o quadro é avaliado a cada quatro ou cinco dias. “Se o cenário continuar piorando, os municípios da Região Metropolitana deverão tomar novas medidas”, afirma.

Não abram

O vice-prefeito de Sorocaba, Fernando Martins da Costa Neto (PSD), apelou pela vida e fez um pedido aos comerciantes da cidade. “Não abram seus comércios. É preciso da participação de todos. Estamos vivendo em uma situação de caos”, afirmou.

Diminuição do contágio

Depois da coletiva de imprensa, respondendo ao Cruzeiro do Sul, Manga afirmou que entende que as medidas são suficientes para conter a transmissão vírus. “O reflexo [na diminuição] desse contágio, acredito que virá nos próximos 10 a 15 dias. É uma guerra que estamos vivendo”, disse.

Momento crítico

Sorocaba vive o momento mais crítico da pandemia de Covid-19. Nesta segunda-feira (29) foram confirmados mais 879 casos da Covid-19 e 54 óbitos. A somatória evidencia o avanço da doença entre a população nos últimos dias. Os hospitais seguem lotados e, conforme o censo de vagas divulgado pela Secretaria da Saúde, às 17h desta segunda-feira (29) havia apenas duas vagas de UTI Covid (Santa Casa) e uma de suporte respiratório avançado (CTE São Guilherme) disponíveis em toda a rede pública. Os quatro hospitais particulares têm as UTIs com 100% de ocupação.

Leia mais  Prefeitura de Sorocaba abre processo seletivo on-line para estágio

Pela manhã, a Prefeitura anunciou a abertura de novos leitos de internação e observação.

Ação conjunta

A prefeita de Votorantim, Fabíola Alves (PSDB), defendeu a ação conjunta entre os municípios. Na cidade, entretanto, não haverá antecipação de feriado. A ação girará em torno do aumento da fiscalização e nas medidas adotadas. “Vamos endurecer as medidas nos próximos dias para alcançar resultados positivos e melhorar os nossos índices. Estamos também com aumento no número de casos e no número de óbitos. Por isso, precisamos, de fato, restringir ainda mais as medidas”, diz. A prefeita não descartou a possibilidade de lockdown na cidade. “Precisamos priorizar a saúde neste momento.” (Marcel Scinocca)

Comentários