Covid-19 Sorocaba e Região

Sete cidades da região de Sorocaba estão sem mortes por Covid-19 há mais de um mês

Levantamento aponta que todos os municípios da lista tiveram novos pacientes com a doença no mês de outubro, mas sem óbitos
Começa hoje festa de aniversário de Sarapuí
Sarapuí, na RMS, registrou apenas um óbito pelo novo coronavírus ao longo dos sete meses de pandemia. Crédito da foto: Divulgação

Sete cidades da Região Metropolitana de Sorocaba (RMS) não registram mortes por Covid-19 há mais de um mês. Duas delas – Jumirim e Sarapuí – confirmaram apenas um óbito pelo novo coronavírus ao longo dos sete meses de pandemia.

O levantamento foi feito pelo jornal Cruzeiro do Sul nesta terça-feira (27) com informações do boletim epidemiológico da Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade) do Governo do Estado de São Paulo.

Das 27 cidades que compõe a RMS, Araçariguama, Cesário Lange, Iperó, Jumirim, Porto Feliz, Sarapuí e Tapiraí estão há mais de um mês sem novas confirmações de óbitos pelo coronavírus. Entretanto, todas as cidades da lista tiveram aumento no número pacientes com a doença neste mês de outubro.

Levantamento feito pelo jornal Cruzeiro do Sul aponta que sete cidades da região de Sorocaba não registram mortes por Covid-19 há mais de um mês

Entre as sete cidades, Sarapuí é a que está há mais tempo sem mortes pela Covid-19. O primeiro e único óbito da cidade foi confirmado em 7 de agosto, há mais de dois meses. A cidade tem 19 casos da doença, sendo o último atualizado em 21 de outubro.

Jumirim, a menor cidade da RMS, também possui apenas uma morte pelo novo coronavírus, atestada em 12 de setembro. 86 pessoas testaram positivo na cidade até 23 de outubro, último dado disponibilizado pelo Seade.

Leia mais  Cidade tem novos casos e mais recuperados

Porto Feliz é outra cidade que não tem novas mortes há mais de dois meses. O último óbito foi registrado na cidade em 18 de agosto. A cidade totaliza 13 mortes e 1.255 pacientes confirmados.

Na sequência aparecem Cesário Lange com 5 óbitos (última confirmação em 21/08), Araçariguama com 8 (10/09), Iperó com 4 (12/09) e Tapiraí com 3 (23/09). (Jomar Bellini)

Comentários