Sorocaba e Região

População em Sorocaba chega a 687.357 habitantes, estima IBGE

Número de moradores coloca a cidade como a 9ª mais populosa do Estado e a 31ª no país
Projeto recebe, em vídeo, depoimentos sobre a cidade
População aumentou 1,17% na comparação com o ano passado. Crédito da foto: Fábio Rogério / Arquivo JCS (30/12/2019)

O número de moradores em Sorocaba chegou a 687.357. A estimativa foi divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quinta-feira (27) e mostra um crescimento de 1,17% na população da cidade. Com a atualização dos dados, a Região Metropolitana chegou a 2.166.860 moradores.

Os números foram publicados no Diário Oficial da União (DOU) com as estimativas das populações residentes nos 5.570 municípios brasileiros. As projeções, que tem como base o dia 1º de julho, mostram que o número de habitantes passou de 211,7 milhões em todo país, crescendo 0,77% na relação com 2019.

Em Sorocaba, o aumento no número de moradores foi maior do que a média nacional. Em 2019, a projeção estimada do IBGE para a cidade era de 679.378. Com isso, o município ganhou 7.979 novos moradores em 2020, aumento de 1,17%.

A atualização dos dados mantêm Sorocaba na 31ª colocação no ranking de municípios com mais habitantes no país. Excluindo-se as capitais, Sorocaba fica na 13º posição entre as 26 cidades brasileiras com mais de 500 mil habitantes. Já no Estado de São Paulo, o município é o 9º com mais moradores.

Em 2020, Sorocaba possui mais habitantes que todo o Estado de Roraima, atualmente com 631.181 moradores. A população da cidade também é maior do que nove capitais: Aracaju (SE – 664.908), Cuiabá (MT – 618.124), Porto Velho (RO – 539.354), Macapá (AP – 512.902), Florianópolis (SC – 508.826), Boa Vista (RR – 419.652), Rio Branco (AC – 413.418), Vitória (ES – 365.855), Palmas (TO – 306.296).

Leia mais  Primeiro caso de Covid-19 no Brasil completa um ano

Região Metropolitana

Ainda de acordo com os dados do IBGE, as 27 cidades da Região Metropolitana de Sorocaba (RMS) contabilizam agora 2.166.860 moradores, um aumento de 1,08% na comparação com 2019. A RMS representa hoje 4,68% da população de todo o Estado de São Paulo.

Com exceção da cidade-sede, o segundo maior município da região metropolitana é Itu, agora com 175.568 habitantes, crescimento de 1% em relação ao ano passado. Na sequência, estão Itapetininga (165.526), Votorantim (123.599) e Tatuí (122.967). A menor cidade é Jumirim, com 3.418.

Tabela mostra número de habitantes na Região Metropolitana de Sorocaba com base nos dados do IBGE. Crédito da Arte: Jomar Bellini

Sete cidades da RMS registraram Taxa de Crescimento Geográfico (TCG) de 2%, apontando aumento no número de moradores segundo o IBGE: Alambari, Araçariguama, Araçoiaba da Serra, Boituva, Cerquilho, Iperó e Jumirim. Outros 17 municípios tiveram crescimento médio de aproximadamente 1%: Alumínio, Capela do Alto, Cesário Lange, Ibiúna, Itapetininga, Itu, Mairinque, Pilar do Sul, Porto Feliz, Salto de Pirapora, Salto, São Roque, Sarapuí, Sorocaba, Tatuí, Tietê e Votorantim.

Piedade e São Miguel Arcanjo registraram TCG de 0%, ou seja, não tiveram alterações significativas no número de moradores. Já Tapiraí viu sua população reduzir em 1% no último ano. O município que tinha 7.807 pessoas em 2019 e agora tem 7.766 habitantes.

Leia mais  Prefeito anuncia unidade do Samu para animais em Sorocaba

Brasil

O município de São Paulo continua sendo o mais populoso do país, com 12,3 milhões de habitantes, seguido pelo Rio de Janeiro (6,75 milhões), Brasília (3,05 milhões) e Salvador (2,88 milhões). Os 17 municípios do país com população superior a um milhão de habitantes concentram 21,9% da população nacional e 14 deles são capitais estaduais.

Serra da Saudade (MG) é o município brasileiro com menor população (776 habitantes), seguido por Borá (SP), com 838 habitantes, Araguainha (MT), com 946 habitantes, e Engenho Velho (RS), com 982 habitantes.

Na última década, as Estimativas apontam para um aumento gradativo da quantidade de grandes municípios do País. No Censo de 2010, somente 38 municípios tinham população superior a 500 mil habitantes, e apenas 15 deles tinham mais de 1 milhão de moradores. Já em 2020, eram 49 os municípios brasileiros com mais de 500 mil habitantes sendo 17 os que superavam a marca de 1 milhão de habitantes.

Excluindo-se as capitais, 26 municípios brasileiros possuem mais de 500 mil habitantes. Eles distribuem-se pelos estados de São Paulo (8), Rio de Janeiro (6), Minas Gerais (3), Espírito Santo (2), Pernambuco (1), Bahia (1), Santa Catarina (1), Goiás (1), Paraná (1), Pará (1) e Rio Grande do Sul (1).

Leia mais  3.320 idosos receberam vacina contra a Covid-19 hoje (27) em Sorocaba

Estimativa

As estimativas populacionais municipais são um dos parâmetros utilizados pelo Tribunal de Contas da União para o cálculo do Fundo de Participação de Estados e Municípios e são referência para vários indicadores sociais, econômicos e demográficos.

As populações dos municípios foram estimadas por procedimento matemático e são o resultado da distribuição das populações dos estados, projetadas por métodos demográficos, entre seus diversos municípios.

O método baseia-se na projeção da população estadual e na tendência de crescimento dos municípios, delineada pelas populações municipais captadas nos dois últimos Censos Demográficos (2000 e 2010) e ajustadas. As estimativas municipais também incorporam alterações de limites territoriais municipais ocorridas após 2010. (Jomar Bellini)

Comentários