Sorocaba e Região

Atendimento em hospital de Ibiúna está normalizado, diz Prefeitura

Unidade ficou paralisada nesta segunda (13) por falta de pagamento
Único hospital municipal de Ibiúna fecha as portas por falta de médicos
Fachada do Hospital Municipal de Ibiúna. Crédito da foto: Reprodução / Prefeitura de Ibiúna

A Prefeitura de Ibiúna informou, por meio de nota publicada no Facebook, na noite desta segunda-feira (13) que o atendimento no Hospital Municipal foi normalizado. A divulgação se deu após paralisação ocorrida na tarde da segunda-feira por conta de falta de pagamento.

A página da Prefeitura no Facebook alegou que “a interrupção momentânea ocorreu devido ao abandono das funções por parte da empresa prestadora de serviços”, e afirmou que tomará as medidas cabíveis.

Em resposta aos questionamentos do Cruzeiro do Sul, o prefeito João Mello informou que vai se reunir com a organização social responsável pela contratação dos médicos, pois, segundo ele, “atendimento de emergência é serviço essencial que não pode ser interrompido”.

Já a assessoria de imprensa da Prefeitura informou que a organização prestadora de serviço não ficou sem receber por parte da administração municipal e, por isso, “aumenta a estranheza e indignação diante da postura adotada por seus responsáveis”. A assessoria também informou que medidas judiciais serão tomadas, mas que o Hospital Municipal em momento algum esteve fechado, porque outros setores (internação e administrativo) funcionaram normalmente.

Pessoas em busca de atendimento emergencial tiveram que ser encaminhadas para cidades da região durante o período em que a unidade permaneceu paralisada, pois o hospital é o único municipal na cidade.

Crédito da foto: Reprodução/ Facebook (14/01/2020)
Comentários