Sorocaba e Região

Prefeita manda demolir guarita da GCM na praça central de Sorocaba

Ônibus que funciona como base móvel, uma viatura menor e câmeras farão a segurança do local
Inauguração da guarita, em janeiro de 2019, foi cercada de polêmicas. Crédito da foto
Inauguração da guarita, em janeiro de 2019, foi cercada de polêmicas. Crédito da foto: Emídio Marques (14/01/2019)

 

A Prefeitura de Sorocaba vai adotar um novo modelo de segurança para a região central, em especial na praça Coronel Fernando Prestes. Entre as principais medidas anunciadas nesta quarta-feira (27) estão a demolição imediata da guarita fixa da Guarda Civil Municipal (GCM) – inaugurada no início de 2019, pelo governo de José Crespo – e o retorno das patrulhas móveis apoiadas por videomonitoramento.

De acordo o anúncio feito por volta das 14h30 desta quarta-feira, o ônibus da GCM – equipado para funcionar como base móvel – e mais uma viatura da corporação,  permanecerão, com suas respectivas equipes, de forma permanente no local.

De acordo com o comunicado distribuído pela Secretária de Comunicação (Secom), o conjunto de medidas será implementado já neste período de final de ano, quando o movimento no comércio é intenso durante o dia e também na maior parte da noite.

Monitoramento remoto e presença constante

Ainda conforme a nota da Prefeitura, o novo conceito de segurança para a região central da cidade inclui a instalação de câmeras de videomonitoramento. Os equipamentos “permitirão o acompanhamento, em tempo real, de tudo o que acontece na praça central e também nas imediações”, informa o documento. O texto acrescenta que “isso vai permitir ações e intervenções rápidas em casos em que o trabalho das forças de segurança que atuam no município seja necessário”.

“Dentro dessa nova postura adotada pelo governo municipal de incrementar e dar mais agilidade às ações de segurança na região central, a guarita construída a poucos metros da Catedral Metropolitana de Sorocaba deixa de ser necessária e será demolida”, detalha a nota.

O trabalho de demolição da guarita já tem data marcada. “Será realizado na manhã desta quinta-feira (28), por equipes da Secretaria de Conservação, Serviços Públicos e Obras (Serpo)”, complementa a Secom. Por fim, a nota esclarece que “o que puder ser reaproveitado, como janelas, portas, vidros etc, será encaminhado para o depósito da Prefeitura. As paredes da construção serão derrubadas e o piso original da praça restabelecido.

A construção da guarita para servir como base fixa da Guarda Civil na praça Coronel Fernando Prestes foi cercada de polêmicas. Uma das reclamações era pelo fato de a obra ficar a menos de 10 metros da Catedral Metropolitana.  (Da Redação com informações da Secom)

Leia mais  Catedral e Arquidiocese fazem restrições à guarita
Comentários