Buscar no Cruzeiro

Buscar

Obras do BRT rompem adutora pela quarta vez em Sorocaba

22 de Novembro de 2019 às 15:08

https://www.youtube.com/watch?v=Ibzk6fJrCxo&feature=youtu.be

Uma adutora foi rompida durante as obras do BRT (Bus Rapid Transit), na avenida Itavuvu, zona norte de Sorocaba. Um vídeo gravado por uma moradora registrou o momento em que a água jorrava na via da tubulação, por volta do meio dia desta sexta-feira (22). Veja o vídeo acima.

Nas imagens, é possível observar que a água que saía do canteiro central alagou parte da avenida Itavuvu. O vazamento causou uma espécie de "chafariz" no local do rompimento.

Saae confirmou que rompimento ocorreu durante obra do BRT. Crédito da foto: Rafaela Proença/Arquivo Pessoal

 

Conserto na tubulação deve durar até o fim da tarde. Crédito da foto: Saae/Divulgação

Segundo o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae), a adutora de ferro fundido possui 500 milímetros de diâmetro. Ela é responsável por levar água tratada para o Centro de Distribuição Herbert de Souza.

Ainda conforme a autarquia, por se tratar de uma rede de adução que leva água tratada ao centro de distribuição, o abastecimento na região não será afetado. Isso porque, segundo o Saae, os reservatórios do centro Herbert de Souza estão com níveis considerados ideais.

Equipes do Saae trabalham no reparo da tubulação, que está prevista para ocorrer até o fim da tarde desta sexta-feira.

Quarta vez

Este é o quarto incidente do mesmo tipo registrado em seis meses, na avenida Itavuvu durante obras do BRT em Sorocaba. O primeiro problema ocorreu em 16 de maio. Funcionários de uma empresa contratada pela BRT Sorocaba instalavam um ponto de ônibus na avenida Washington Luís quando perfuraram uma tubulação de água na calçada da via, próximo do número 161.

No dia seguinte, em 17 de maio, uma adutora do Saae foi rompida na avenida Itavuvu, próximo da rua Waldomiro Batista, durante obras para construção do corredor BRT no canteiro central da avenida. Comércios ficaram com água até a porta, pois o trecho da pista sentido bairro-centro formou uma espécie de “piscina”.

O último caso foi em 9 de outubro, quando uma retroescavadeira rompeu uma rede de água do Saae. À época, o incidente também afetou o abastecimento na região norte da cidade. (Da Redação)