Sorocaba e Região

Instituições e amigos lamentam morte de Wilson Rossi, do Cruzeiro do Sul

Colaborador da FUA foi sepultado às 16h no Cemitério Pax
Wilson Rossi tinha 73 anos. Na imagem, último registro para um dos projetos do jornal Cruzeiro do Sul. Crédito da foto: Vinícius Fonseca / JCS (08/10/2020)

 

Diversas instituições e amigos lamentaram a morte do consultor de negócios do jornal Cruzeiro do Sul, Wilson Rossi, ocorrida neste sábado (17). Ele sofreu um enfarte em sua residência. Estava sendo encaminhado para unidade médica, mas faleceu antes do atendimento. Rossi tinha 73 anos e vasta experiência em diversos veículos de comunicação da região.

A Magnum Construtora divulgou nota. “É com imenso pesar que a Magnum Construtora recebeu a informação do falecimento do amigo Wilson Rossi. A perda de um dos mais talentos profissionais da área publicitária, que sempre atendeu a todos com multo carinho, bom animo e motivação. Com certeza, a notícia nos deixa perplexos, enlutados. Neste momento, nos unimos à família Rossi e aos amigos para que sua passagem possa ser compreendida com esperança e o conforto em Deus”, diz a nota de condolência assinada por Carlos Eduardo Puerta Pirani, diretor comercial da empresa.

As condolências também vieram do Ciesp. “É com imenso pesar que a diretoria da Regional de Sorocaba do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (CIESP) recebe a notícia do falecimento do consultor publicitário do jornal Cruzeiro do Sul. Wilson Rossi, ocorrido neste sábado, 17 de outubro. Neste momento de dor, prestamos nossas condolências e solidariedade aos familiares e amigos.” A nota é assinado por Erly Domingues de Syllos, diretor titular, e por Mario Tanigawa e Nelson Cancellara, que são vice-diretores.

“É com pesar que a Vergili Press Office recebe a triste noticia do falecimento o Sr. Wilson Rossi. As pessoas são insubstituíveis em sua essência e neste momento nos faltam palavras para expressar os nossos sentimentos. Muito respeitosamente prestamos nossas condolências e deixamos nossos mais sinceros pêsames aos amigos do jornal Cruzeiro do Sul. Rogamos a Deus que conforte os corações dos familiares e amigos”, diz também em nota de condolências da empresa, assinada por Sandra Vergili e Carla Acquaviva.

“Era uma pessoa fantástica, uma unanimidade”, relembra Pascoal Martinez, que falou em nome do Banco de Olhos de Sorocaba (BOS), instituição a qual Rossi se dedicou ao longo de 36 anos de sua vida. “Perdemos um querido amigo, um irmão e lamentamos profundamente a perda, que é irreparável para a sociedade e principalmente para a família. Era uma pessoa extremamente dedicada. Sempre que se precisava, estava lá. Era um trator para trabalhar”, comenta sobre o amigo.

“O Serviço Social da Construção (Seconci-SP) lamenta profundamente o falecimento do consultor publicitário do jornal Cruzeiro do Sul. Sr. Wilson Rossi, ocorrido na manhã deste sábado 17 de outubro. Aos amigos e familiares externamos nossas condolências e solidariedade neste momento de dor. Rogamos a Deus o conforto para que sua passagem possa ser compreendida com confiança e fé”, afirma nota do Seconci, assinada por Maristela Honda, vice presidente da instituição.

“É com pesar que recebemos a notícia do falecimento da Sr. Wilson Rossi, consultor publicitário do Jornal Cruzeiro do Sul. O Shopping Center Iguatemi Esplanada se solidariza com a família e amigos, manifestando nossas sinceras condolências”, afirma nota do Iguatemi Esplanada.

O Legislativo sorocabano também se manifestou. “A Câmara Municipal de Sorocaba, em nome de todos os seus vereadores, externa votos de profundo pesar pela morte do consultor publicitário do jornal Cruzeiro do Sul, Wilson Ross. Profissional dedicado, com uma atuação de mais de três décadas na Fundação Ubaldino do Amaral e no jornal Cruzeiro do Sul, entre outros veículos de comunicação, Wilson Rossi foi um exemplo de compromisso com a cidadania e o direito à informação, buscando contribuir para o fortalecimento da imprensa regional, através de seu trabalho como gestor em vários jornais da região”, diz o documento.

A nota continua. “Como integrante da Fundação Ubaldino do Amaral e da Maçonaria em Sorocaba, também desenvolveu importantes ações sociais, tendo atuado no Banco de Olhos de Sorocaba (BOS). Os vereadores da Câmara Municipal de Sorocaba expressam suas condolências com a família de Wilson Rossi. Seu exemplo, como cidadão comprometido com o bem comum, sem dúvida, merece ser lembrado.”

Perseverança III e FUA

Pela manhã, o presidente da Loja Maçônica Perseverança III e instituidor da Fundação Ubaldino do Amaral (FUA), Laelso Rodrigues, lamentou o falecimento do colaborador e amigo Wilson Rossi.  O Conselho de Administração da Fundação Ubaldino do Amaral (FUA), em nome de seu presidente César Augusto Ferraz dos Santos, também lamentou profundamente o falecimento do colaborador.

O presidente do Conselho Superior da FUA, Valdir Euclides Buffo Junior, também comentou o falecimento de Wilson Rossi. A supervisora comercial do Cruzeiro do Sul, Vanda Gusmão S. de Peixoto, fez o mesmo, assim como o editor-chefe do jornal Cruzeiro do Sul, Adalberto Vieira.

História

Natural de Botucatu, Rossi veio para Sorocaba para cursar a faculdade e sua trajetória no Cruzeiro do Sul começou como entregador de jornal, por meio de uma oportunidade dada pelo então diretor Laelso Rodrigues. Desde então, Rossi acumulou uma vasta experiência no ramo do impresso, passando por vários jornais da região, consolidando sua carreira.

Wilson Rossi também foi membro da Loja Maçônica Perseverança III (PIII), de Sorocaba, e atualmente era da Loja Maçônica Acácia Sorocabana e ainda do Banco de Olhos de Sorocaba (BOS). Formado pela Faculdade de Direito de Itu (Faditu), Wilson Rossi era consultor publicitário no jornal Cruzeiro do Sul desde junho de 2019. Wilson já tinha trabalhado para a Fundação Ubaldino do Amaral (FUA) por 35 anos, iniciou no jornal em 1966.

Wilson Rossi foi sepultamento às 16h no Cemitério Pax.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Comentários