Sorocaba e Região

Dono de pit bulls presta depoimento a polícia em Piedade

Homem afirmou não acreditar que seus cachorros tenham atacado mulher no sábado
Delegacia de Piedade
Dono de sítio prestou depoimento na delegacia de Piedade. Crédito da foto: Guarda Civil Municipal / Divulgação

O homem apontado como dono dos pit bulls que teriam atacado uma mulher de 57 anos em Piedade prestou depoimento nesta segunda-feira (11). Na delegacia, ele afirmou não acreditar que seus animais sejam responsáveis pela agressão.

Neusa Antunes de Oliveira ficou gravemente ferida na madrugada de sábado (9), após ser agredida por cães no bairro Sarapuí do Soares.

O homem e a namorada se apresentaram espontaneamente na delegacia no final da tarde. Os dois conversaram com os policiais e relataram os acontecimentos do fim de semana.

Em depoimento, o dono dos animais, que tem 54 anos, afirmou que não ouviu qualquer barulho estranho na madrugada de sábado, horário em que o ataque teria acontecido.

O casal disse ainda que teria certeza que os cães estavam dentro da propriedade já que, por volta de 0h30, a mulher teria dado ração para os pit bulls. Relataram também que não notaram qualquer marca de sangue nos animais durante o sábado e que só ficaram sabendo do ataque após serem abordados por vizinhos.

Leia mais  Homem é preso por tráfico de drogas em Sorocaba

Os dois afirmaram manter seis animais na propriedade, sendo três da raça pit bull – uma filhote de três meses, uma de um ano e outra de quatro anos. Além deles, existem outros dois cachorros de raça indefinida e um dogue alemão.

Vigilância vistoria sítio

Nesta terça-feira (12), a equipe da Vigilância Sanitária de Piedade foi até o local para realizar uma vistoria. Foi constatado que haviam seis cães no sítio, conforme apontado pelo dono da chácara no depoimento a polícia.

Segundo relato da prefeitura, os animais estão presos no canil da propriedade desde a ocasião do ataque. O dono foi notificado pela Vigilância e deve realizar adequações para que os animais não saiam da propriedade.

Segundo o Centro de Controle de Zoonoses, não há limitação para o número de animais por propriedade em área rural na cidade.

Leia mais  Polícia investiga caso de bebê encontrado no rio em Piedade

Ataque na madrugada

A vítima estava na residência do filho e, por volta das 0h30, decidiu voltar a pé para casa, que fica no mesmo bairro. Ela caminhava às margens da Rodovia Padre Guilherme Howell quando foi atacada pelos cães.

A informação inicial, passada pela Polícia Militar, era de que 10 animais teriam ferido a vítima. Posteriormente, durante o registro do boletim de ocorrência, o número de pit bulls foi corrigido para dois.

Um homem que passava pelo local encontrou a mulher caída inconsciente, próxima aos cães, e acionou o resgate. Neusa foi socorrida e levada para o hospital com ferimentos no rosto, nuca, braço e na perna esquerda. Por conta da gravidade dos ferimentos, ela precisou ser sedada e entubada. (Jomar Bellini)

 

 

Comentários
Assuntos