Sorocaba e Região

BRT troca empresa terceirizada após atrasos no pagamento em Sorocaba

Funcionários da Artec fizeram novo protesto nesta segunda (9); empresa não se manifestou
Os funcionários são contratados da empresa Artec, que presta serviços para a Concessionária BRT Sorocaba. Crédito da foto: Emídio Marques

A Concessionária BRT Sorocaba vai trocar a empresa terceirizada responsável pela pavimentação na avenida Itavuvu após novo protesto dos funcionários por falta de pagamento. A informação foi divulgada pela Prefeitura de Sorocaba na manhã desta segunda-feira (9).

Segundo a Prefeitura, em reunião realizada no Paço Municipal, “o representante do consórcio voltou a esclarecer que a Concessionária BRT Sorocaba está em dia com as suas obrigações e por diversos motivos preferiu trocar a empresa Artec”, que presta serviço no local.

Ainda conforme o governo, a Artec mantém cerca de 30 funcionários no local apenas para a realização de reparos, já que todo o serviços referentes ao trecho 2 foram concluídos. Atualmente três empresas prestam serviço ao Consórcio BRT, com um total de 350 funcionários.

À administração municipal, o presidente do consórcio, José Henrique de Avila, informou que os serviços seguem normalmente e outra empresa contratada para substituir a Artec, a Schunk Terraplanagem e Transportes, já está trabalhando próximo ao Vitória Régia.

E, a partir desta segunda deverá ser deslocada para realizar os demais serviços que até então vinham sendo realizados pela Artec na avenida Itavuvu. A Prefeitura informou que solicitou ao presidente do consórcio para que adote todas as medidas necessárias para garantir o andamento das obras de implantação do BRT.

Determinou à empresa e a Urbes, e também à Secretaria de Mobilidade e Acessibilidade a adoção de medidas que visem minimizar o impacto e os transtornos a pedestres e motoristas que passam pela avenida Itavuvu, em caso de eventual nova paralisação, garantindo a livre circulação do trânsito naquela via.

“Para isso deverá manter agentes de trânsito no local, assim como oficializar a Guarda Civil Municipal (GCM) e a Polícia Militar (PM), para garantir da segurança de motoristas, pedestres e funcionários das empresas que atuam na obra”, destacou em nota.

Novo protesto

Os funcionários terceirizados da Artec fecharam a avenida Itavuvu, no bairro Nova Sorocaba, na manhã desta segunda-feira (9) em protesto contra a falta de pagamento de salário e da primeira parcela do 13º.

Os trabalhadores, cerca de 40 pessoas, afirmam que estão sem receber o salário que deveria ter sido pago no última quarta-feira (4) e a primeira parcela do 13º no dia 30 de novembro. Na sexta (6), eles também fizeram paralisação no local das obras do BRT por conta do atraso no pagamento.

Questionada, em nota, a Concessionária BRT Sorocaba “esclarece que os pagamentos à empresa Artec estão em dia e que não há qualquer pendência neste sentido”. “Esclarece, ainda, que a gestão dos funcionários da Artec, incluindo o pagamento de salário, é de inteira responsabilidade da empresa terceirizada. Diante do ocorrido, o BRT adotará medidas administrativas contra a Artec”, disse.

Segundo a Urbes – Trânsito e Transportes, a paralisação interditou um trecho da avenida Itavuvu, por volta das 7h45, e agentes foram ao local para orientar os motoristas sobre o desvio. A empresa pública disse ainda que o trecho foi totalmente liberado por volta das 10h20. Até a Polícia Militar foi chamada ao local para negociar a liberação da avenida pelos trabalhadores.

Trecho da avenida Itavuvu ficou interditado por quase três horas. Crédito da foto: Emídio Marques

Na sexta (6), a Prefeitura informou que foi surpreendida pela paralisação das atividades pelos funcionários. Ao buscar esclarecimentos sobre a situação, a Prefeitura foi informada que a paralisação não afetou o andamento das obras de implantação do BRT.

A municipalidade apurou também que o Consórcio BRT não tem pendências financeiras com a prestadora de serviços, cuja saída está sendo negociada. O jornal Cruzeiro do Sul também questionou a empresa Artec, mas não recebeu retorno até a publicação da reportagem.

Ao longo da avenida Itavuvu estão em construção, desde o ano passado, as estações do corredor do ônibus rápido do Sistema BRT Sorocaba. No total, a avenida terá 12 estações, sendo duas delas de integração de linhas. As três primeiras estações desse corredor estão praticamente finalizadas.

O Sistema BRT é o nova forma de transporte coletivo que chegará à cidade em 2020. Trata-se de um projeto encabeçado pela Prefeitura de Sorocaba por meio da Urbes e da Secretaria de Mobilidade e Acessibilidade. As obras e operação do BRT são de responsabilidade do Consórcio BRT Sorocaba.

Comentários