Exterior

Duas pessoas ligadas ao atentado de Viena são presas na Suíça

Os presos são dois jovens suíços, de 18 e 24 anos
O atentado em Viena deixou quatro mortos. Crédito da foto: Helmut Fohringer/ AFP

Dois jovens suíços, de 18 e 24 anos, foram presos nesta terça-feira (3) em Winterthur, perto de Zurique, no norte da Suíça, em conexão com o atentado de Viena que matou quatro pessoas, anunciou a polícia.

“As investigações policiais identificaram dois cidadãos suíços com 18 e 24 anos. Os dois homens foram presos em Winterthur na tarde desta terça-feira (3) em coordenação com as autoridades austríacas”, disse a polícia de Zurique em um comunicado.

O possível vínculo “entre as duas pessoas presas e o suposto responsável pelos atentados agora deve ser alvo de uma investigação realizada pelas autoridades competentes”, acrescentou a polícia suíça.

Quatro pessoas morreram na noite de segunda-feira (2) em Viena depois que um jovem, de 21 anos e natural da Macedônia do Norte, começou a atirar em vários pontos da capital austríaca.

A polícia austríaca indicou nesta terça que o autor do ataque simpatizava com o grupo jihadista Estado Islâmico (EI) e que esteve preso durante o último ano.

Leia mais  EUA realizam primeira execução federal de mulher em 70 anos

As autoridades suíças já haviam informado nesta manhã que estavam investigando possíveis vínculos entre este jovem jihadista e a Suíça.

O ataque de Viena, que representou o primeiro ataque islamita na Áustria, ocorreu em meio a uma tensão crescente na Europa pela ameaça jihadista. (AFP) 

Comentários