Buscar no Cruzeiro

Buscar

Acervo

STJ derruba decisão, e Supercopa segue no Mané Garrincha

09 de Abril de 2021

Capital da América Palmeiras e Defensa y Justicia, da Argentina, também jogarão no estádio Mané Garrincha, em 14 de abril. Crédito da foto: Marcello Casal Jr. / Agência Brasil

Em mais uma reviravolta envolvendo futebol e Covid-19, o jogo único da Supercopa entre Flamengo e Palmeiras voltou ao estádio Mané Garrincha, em Brasília, neste domingo (11). O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro Humberto Martins, derrubou a decisão do Tribunal Regional da 1.ª Região (TRF1), que estabelecia a volta do lockdown no Distrito Federal.

A decisão foi divulgada nesta sexta-feira (9) e libera o funcionamento de atividades consideradas não essenciais, como eventos esportivos. Além do jogo da Supercopa, também acontecerão no estádio a final da Recopa Sul-Americana na quarta (14), entre Palmeiras e Defensa y Justicia, e um jogo da Libertadores, na terça (13), entre Santos e San Lorenzo.

"O Distrito Federal tomou decisão político-administrativa conciliatória dos relevantes interesses em conflito, com suporte em estudos técnico-científicos, sem descurar dos cuidados com a saúde pública e a importante preocupação com proteção da população contra a doença, mas também sem deixar de ter responsabilidade com relação ao regular funcionamento da economia na medida do possível, que, ao final, também diz respeito ao bem-estar dos cidadãos, o que ratifica a legitimidade de sua postura administrativa", afirmou o ministro Humberto Martins.

As partidas dos clubes paulistas referentes à Libertadores e à Recopa foram transferidas para Brasília em decorrência da proibição de eventos esportivos em São Paulo. O governador João Doria anunciou nesta sexta (9) a retomada do Campeonato Paulista, mas não sabe, no entanto, se partidas de outras competições serão liberadas. (Da Redação, com informações do Estadão Conteúdo)