Esporte

Sidão sofre três gols, é eleito o melhor do jogo e emissora pede desculpas

O Vasco da Gama repudiou a exposição "equivocada, constrangedora e desnecessária" do atleta
Campeonato Brasileiro de Futebol 2019
O goleiro Sidão, do Vasco, faz defesa durante jogo contra o Santos. Crédito da foto: Ivan Storti / Santos FC (12/5/2019)

O goleiro Sidão, do Vasco da Gama, passou por um momento constrangedor no estádio do Pacaembu. Ele sofreu três gols na partida diante do Santos, realizada domingo (12), mas acabou eleito o Craque do Jogo em uma enquete realizada pelo GloboEsporte.com.

Após o término do confronto, o goleiro recebeu o troféu ainda no gramado do Pacaembu. Essa situação constrangedora levou o Grupo Globo a rever o formato da eleição e a pedir desculpas a Sidão.

A votação do Craque do Jogo é feita pelos internautas durante a realização da partida. O Grupo Globo pediu desculpas a Sidão pela situação de constrangimento ao fim do jogo no Pacaembu. “Reconhecemos que a entrega do troféu não foi adequada na ocasião e agradecemos a educação de Sidão no momento de tensão.”

Leia mais  No reencontro com Rogério Ceni, São Paulo vence o Fortaleza

 

O comentarista Walter Casagrande também saiu em defesa de Sidão. “Eu quero pedir desculpas ao Sidão por essa ironia de mau gosto com esse troféu ridículo, o Sidão é um trabalhador honesto e merece respeito de todos, me desculpe mesmo”, escreveu o ex-jogador e comentarista da emissora no Instagram.

Após falhar no primeiro gol da derrota do Vasco, Sidão foi alvo de uma campanha na web para receber o troféu. Durante a transmissão, o narrador Luís Roberto avaliou a irônica eleição dele como um “troféu da solidariedade” ou “troféu da ironia”.

A MS+SPORTS, empresa responsável pela assessoria de Sidão, repudiou o ocorrido. “Respeito ao profissional, acima de tudo! Repudiamos com veemência a atitude tomada ao final do jogo na transmissão da Rede Globo. Estaremos sempre juntos, Sidão.”

O Vasco da Gama também se pronunciou sobre o assunto no Twitter. “O Club de Regatas Vasco da Gama repudia a exposição equivocada, constrangedora e desnecessária do atleta Sidão em rede nacional ao fim do jogo contra o Santos, em uma infeliz entrada ao vivo para a entrega de um prêmio que evidentemente não representava o espírito proposto. O Clube entende que a ironia, não por outra razão também chamada de ‘espírito esportivo’, faz parte do futebol. Da mesma forma, o Clube respeita a opinião pública e convive harmonicamente com reivindicações e críticas de seus torcedores e de todo o ambiente do futebol.”  (Da Redação)

Comentários

CLASSICRUZEIRO