São Bento Sorocaba e Região

Expandindo fronteiras

São Bento anuncia projeto de parcerias com outras modalidades
Lutador de boxe Paulinho Soares durante apresentação de parceria com o São Bento nesta sexta-feira (5), em Sorocaba. Crédito da foto: Fábio Rogério.

O Esporte Clube São Bento resolveu fazer jus ao nome que carrega: ser um time que aposta no esporte como um todo. Nesta sexta-feira (5), o Bentão apresentou oficialmente a parceria com o lutador de boxe Paulinho Soares, que foi o primeiro atleta fora do futebol a assinar com o time de Sorocaba.

“O São Bento vem, desde outubro, com o início da nova gestão (do presidente Almir Laurindo) trazer a marca do clube para todo o Brasil, divulgando o nosso nome, que não é só de futebol profissional, é São Bento Esporte Clube”, iniciou Juliano Amorim, diretor administrativo. “O que vamos buscar, no ano de 2021 e daqui para frente, são outros esportes fazendo parte do hall das atividades que são desenvolvidas aqui dentro”.

A ideia principal é a exploração da imagem, em duas vias, tanto do atleta, quanto do clube. Paulinho Soares, por exemplo, carregará a marca do São Bento nas lutas e treinamentos, enquanto essa visibilidade o fará angariar mais patrocinadores e reconhecimento dentro de Sorocaba e no cenário nacional, assim como para o próprio clube.

Leia mais  São Bento conhece tabela restante do Campeonato Paulista

“Ele já está ficando mais conhecido aqui em Sorocaba, muita gente perguntando dele. Estamos com algumas pessoas com patrocínio. Vai ser uma parceria boa para clube, atleta e para a cidade também. Essa é a ideia principal”, reforçou Rodrigo Castanho, diretor de marketing do São Bento.

Visão do atleta

Atual campeão latino-americano, Paulinho Soares é o número 12 no ranking mundial, sendo o oitavo lugar sua melhor colocação na carreira. Nascido na Bahia, mudou-se para Sorocaba ainda criança, já tendo treinado com Popó, tetracampeão mundial de boxe.

No Brasil, não há ninguém autorizado pela WBO (World Boxing Organization) a lutar com ele por conta do seu nível. Para trazer atletas estrangeiros desafiados ao Brasil, porém, o custo é muito alto, então, a aposta no momento é no caminho inverso: ele defenderá seu título em solo mexicano, em luta prevista para o dia 1º de abril, a ser transmitida no mundo todo, já que está sendo promovida pelo UFC.

“É muito difícil fazer boxe no Brasil por conta de dinheiro, a gente pagar em torno de R$ 40 a 60 mil cada luta por desafiante, não tem condições. Por conta disso e de o país não ter apoiadores, eu tenho que ir lá (no México), colocar meu título em jogo, o que deveria ser o contrário: defender meu título em casa, bater neles aqui, mas teremos que provar que a gente é o verdadeiro campeão na casa deles”, disse o lutador.

Leia mais  Na metade do Paulista, cara de decisão
Intenção da parceria é aumentar a visibilidade do atleta e também do Bentão e de Sorocaba. Crédito da foto: Fábio Rogério.

O patrocínio é, para Paulinho, uma das coisas mais difíceis em seu esporte e, por isso, o acordo com o São Bento é visto com bons olhos, principalmente porque une a paixão de grande parte dos brasileiros: o futebol.

“Estou muito contente de fechar essa parceria com o São Bento, que é o time de coração do sorocabano. Eu, como sorocabano, ver o futebol apoiando o boxe, que é o esporte que eu amo, é muito bom e acredito que vá abrir muitas portas. Como o futebol é a paixão do brasileiro, unir essa torcida com outras modalidades ajuda muito o atleta”, analisou.

Não é o único

Paulinho Soares foi o primeiro, mas outro nome já está confirmado, o de Bruno Cesar, também lutador de boxe. Outro atleta da modalidade deve ser confirmado na próxima semana. A intenção, porém, é expandir horizontes, apostando em diversas modalidades, com conversas já iniciadas pelo futebol feminino, basquete, triatlon e outros setores, segundo Juliano Amorim.

Além das parcerias, o clube pretende investir também nas suas instalações para receber essas diferentes modalidades no futuro.

Leia mais  Receita Federal apreende dois caminhões e 700 mil maços de cigarros

“No CT do São Bento teríamos espaço para ter outras atividades. Fizemos uma sede nova administrativa, inaugurada recentemente. O objetivo é colocar uma academia em cima desta sede e, ela estando pronta, servirá aos atletas do clube e também às outras modalidades para treinar, por exemplo”, finalizou Amorim. (Marina Bufon)

Rodrigo Castanho, Paulinho Soares e Juliano Amorim na apresentação da parceria entre São Bento e boxe nesta sexta-feira (5). Crédito da foto: Fábio Rogério.
Comentários