Esporte São Bento

Paulinho Soares carregará as cores do São Bento nos ringues

Boxeador é o primeiro atleta fora do futebol a assinar com o Bentão
Boxeador foi anunciado nesta sexta-feira (19) como novo “reforço” do Bentão. Crédito da foto: Neto Bonvino/São Bento.

Paulinho Soares foi anunciado como novo reforço do São Bento nesta sexta-feira (19). Mas, calma, o boxeador não dará um dos seus muito nocautes dentro de campo, mas, sim, carregará a marca do clube sorocabano para os ringues.

Ele é o único brasileiro até o momento com o título de campeão latino-americano pela Organização Mundial de Boxe peso pena (WBO) e tornou-se o primeiro atleta fora do futebol a assinar com o Bentão. No dia 1º de abril, ele lutará na cidade de Sinaloa, no México, para defender seu título contra o atleta da casa Alan Solis, levando as cores azul e branca com ele.

“Estou muito feliz, fechado com o clube que é do coração do sorocabano e nessa modalidade que é o futebol, a paixão do brasileiro. Isso vai ser muito bom para elevar a minha modalidade”, disse o atleta ao Jornal Cruzeiro do Sul.

Leia mais  Djokovic vence sensação do Australian Open e vai à nona final da carreira

Preparação

Soares soma 12 lutas, sendo 11 vitórias e oito nocautes, com a 12ª posição no ranking entre os 15 melhores do mundo. Ele é treinado pelo experiente cubano Paco Garcia, ex-treinador da Seleção Brasileira, que já participou dos Jogos Olímpicos de Atlanta e Atenas, além de outros torneio internacionais.

“Estou me preparando há meses. Já estava me preparando antes de ter a proposta da luta (em abril). Meu treinador, Paco Garcia, me manda as planilhas e eu sigo aqui em Sorocaba na minha academia, Soares Boxing tema. Também tenho acompanhamento da nutricionista Mariana Jacob, da médica Daniela Niterói e do preparador físico Leandro Oliveira”, complementou.

De família baiana, Paulinho Soares mudou-se para Sorocaba com apenas três anos de idade e, desde então, é onde reside. Ele já passou pelo time amador de boxe do Palmeiras, fez uma curta carreira no boxe olímpico, onde conquistou alguns torneios, e profissionalizou-se no Instituto Acelino Popó de Freitas após uma estadia na casa do campeão mundial, em Salvador.

Nocaute e gol

Ainda que seu coração pulse mais pelo boxe, ele não deixa de torcer pelo São Bento dentro dos gramados, é claro, e não será diferente no Campeonato Paulista deste ano, que começará no sábado que vem  (27), justamente com a partida entre o Bentão e o Mirassol.

Leia mais  3.320 idosos receberam vacina contra a Covid-19 hoje (27) em Sorocaba

“Eu já acompanho o São Bento, agora passearei a acompanhar ainda mais. Passando minha preparação, quero ir aos jogos, conhecer os jogadores e passar para eles a grande motivação que o boxe nos traz, já que é considerado pelos estudos o esporte mais difícil”, finalizou. (Marina Bufon)

Comentários