Esporte

Decisão sobre continuidade do Paulista passa para o Ministério Público

MP, que pediu a paralisação, deve liberar o torneio, senão jogos podem passar para outros estados
Tranquilo e favorável
Jogos do Paulistão dos próximos 15 dias estão, a princípio, suspensos. Crédito da foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net (3/3/2021)

A reunião que visava definir o futuro do Campeonato Paulista nos próximos 15 dias não encontrou uma solução para o caso. Segundo nota publicada pela Federação Paulista de Futebol (FPF), um novo encontro, desta vez com o Ministério Público Estadual, deve decidir o que será feito com o torneio.

Na última quinta-feira, o Governo de São Paulo anunciou que todas as competições esportivas estariam suspensas entre os dias 15 (esta segunda-feira) e 30 de março, como uma tentativa de conter a ascensão da pandemia do coronavírus no Estado. Desde então, a FPF colocou-se contra a medida, que atingiria três rodadas do estadual, a princípio.

Nesta segunda (15), a entidade reuniu-se com representantes do Governo (Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Secretaria de Esportes e Secretaria de Desenvolvimento Regional), mas nada ficou decidido. Agora, a decisão passará para o MP, que foi quem pediu a paralisação atual por meio do procurador-geral, Mario Sarrubbo. Por esta razão, as reuniões agendadas hoje à tarde com os clubes foram adiadas para amanhã de manhã.

Leia mais  Morre Roseli Machado, campeã da São Silvestre, vítima de Covid-19

Nesta quarta-feira (17), São Bento e Palmeiras se encontrariam para a disputa de jogo atrasado da terceira rodada, em Sorocaba. Com a medida anunciada, o jogo seria novamente adiado, mas a FPF confirmou que o compromisso acontecerá em Belo Horizonte, no estádio Independência.

Fora o Campeonato Paulista, a determinação para suspender as competições interfere também na realização de jogos da Copa do Brasil. Duas partidas que estavam previstas para serem disputadas nesta semana foram transferidas, casos de Mirassol e Red Bull Bragantino, que passou para Cariacica, no Espírito Santo, e Marília e Criciúma, que será realizada em Varginha, em Minas Gerais.

Confira nota publicada pela FPF:

A Federação Paulista de Futebol reuniu-se na manhã desta segunda-feira (15) com Patrícia Ellen, secretária de Desenvolvimento Econômico, Aildo Rodrigues Ferreira, secretário de Esportes, e Marco Vinholi, secretário de Desenvolvimento Regional, no Palácio dos Bandeirantes, para tratar da continuidade do Campeonato Paulista na Fase Emergencial. A FPF agora se reunirá com o Ministério Público Estadual. Por esta razão, as reuniões que estavam agendadas com os clubes nesta segunda-feira foram adiadas para terça-feira. (Da Redação)

Comentários