Rota do Equilíbrio

Como Diminuir A Ingestão Calórica De Forma Natural E Sem Esforço? 5 Dicas Básicas

O fato é que um déficit calórico é sim importante para emagrecer.

No entanto, isso não significa que você precisa controlar tudo o que você come com planilhas complicadas, ou com um aplicativo de celular.

(Embora você possa. Eu só não acho que seja sustentável para a maioria das pessoas.)

Porque existem maneiras de diminuir a ingestão de calorias – sem precisar contá-las.

Vou te mostrar agora 5 estratégias que podem te ajudar a emagrecer sem ter de se preocupar com as calorias.

Ao colocar em prática essas 5 estratégias, o emagrecimento segue como uma consequência natural “inevitável”.

Vamos ver quais são essas 5 estratégias.

#1 – Criar Hábitos Saudáveis

Parece bem genérica essa dica, né? (Aqui ela está explicada em mais detalhes.)

Mas, resumidamente, ela envolve “automatizar” comportamentos bons, como:

  • Não guardar em casa comidas ruins para você
    • se não tem um chocolate disponível para você atacar quando quiser, suas chances de comê-lo diminuem drasticamente
  • Estabelecer uma rotina de exercícios que se encaixe na sua realidade
    • é melhor se planejara para treinar 2x por semana e fazer isso o ano todo (reservando um horário para isso na agenda), do que “tentar” ir todo dia… e fazer isso por um mês e depois largar.
  • Planejar as suas refeições
    • encontre umas 2 ou 3 opções de menu para cada refeição que faz (café, almoço e jantar) e rotacione entre elas. A ideia é reduzir a indecisão a cada vez que for comer.
Leia mais  Vacinação contra a gripe será prorrogada em Sorocaba

Em todos os casos, a ideia é não depender de decisões e força de vontade para ter bons comportamentos (como não comer porcaria, se exercitar, e comer refeições saudáveis).

#2 – Comer Salada Em Todas As Refeições

Comer saladas (vegetais e folhas pobres em amido) vai adicionar boas doses de fibras, nutrientes, diversidade e saciedade na sua refeição – sem adicionar grandes doses de energia.

Só não vale colocar quantidades massivas de molhos super calóricos, nem litros de azeite de oliva — porque aí sim você vai adicionar grandes quantidades de calorias sem adicionar muita saciedade.

Aqui tem algumas dicas para incrementar suas saladas.

#3 – Evitar Calorias Líquidas

Uma das respostas desta thread (acho que era uma tradução de uma resposta gringa) falou sobre isso – e este ponto é tão bom que vale a pena repetir.

Sendo que você pode estar se perguntando o seguinte.

“Por que as calorias na forma líquida são “piores” do que na forma sólida?”

E a resposta é que elas não são “piores”.

Mas sim que é bem mais fácil ingerir grandes quantidades de bebida — e com isso doses generosas de calorias — do que comer quilos e quilos de comida.

Ou seja: é bem fácil ingerir centenas de calorias vindas de copos de sucos, smoothies, leite, cerveja, dentre outros.

Leia mais  Em 24 horas, Brasil confirma 48 mil casos de Covid-19

Do que comer centenas de calorias de carnes, ovos, e saladas.

#4 – Evitar Carboidratos Refinados

Esta segue o mesmo raciocínio da anterior — o de evitar calorias que não te deixam realmente satisfeito.

Isso porque os carboidratos refinados são conhecidos por seu alto índice glicêmico e sua rápida digestão – assim fornecendo pouca saciedade.

Por isso, evite consumir alimentos à base de carboidratos refinados.

Pois eles são nutricionalmente pobres, fornecem pouca saciedade, e contêm bastantes calorias.

Prefira basear sua dieta em alimentos minimamente processados e que realmente te deixam satisfeito.

Apostando em boas fontes de gorduras, proteínas e fibras.

#5 – Aprender A Reconhecer A Fome

Esta é a mais difícil.

Mas aprender a separar a “fome” da “vontade de comer” vai te permitir comer apenas quando realmente estiver faminto.

Um exemplo simples: quando você está com fome de verdade, comeria até aquela comida de que não gosta tanto.

Já quando você está com vontade de um alimento específico (torta, bolo, chocolate, etc)… provavelmente esta não é uma fome real, e sim um desejo de obter satisfação hedônica.

(E não há nada de errado com isso – apenas note que ceder aos seus impulsos e vontades a maior parte do tempo não vai te ajudar a emagrecer sem contar calorias.)

RESUMINDO

Utilizando estas 5 estratégias, você não precisa de um controle consciente de porções a cada refeição — nem precisa pesar sua comida, e nem usar aplicativos como o FatSecret a cada vez que se alimenta.

Leia mais  Sorocaba registra 5.894 casos confirmados da Covid-19 e 135 mortes

Porque elas permitem que você obtenha um déficit calórico de maneira natural.

(Mas é claro que você optar por controlar calorias se assim preferir, como no caso de dieta flexível.)

Relembrando, as 5 estratégias envolvem:

  1. criar hábitos saudáveis,
  2. comer salada todos os dias,
  3. evitar calorias na forma líquida,
  4. evitar carboidratos refinados, e
  5. aprender a reconhecer a fome verdadeira (comendo apenas quando tiver fome).

Sendo interessante notar o seguinte.

O fato de que, ao seguir uma dieta low-carb ou cetogênica, você automaticamente já entra nas dicas 3 e 4.

E, com o passar do tempo, é provável que naturalmente implemente também as dicas 1, 2 e 5.

Mas, mesmo para pessoas que seguem uma dieta de emagrecimento “tradicional” — baseada em controle de porções (ou de calorias), estas 5 estratégias também são de grande valia.

Pois elas podem ajudar a implementar um déficit calórico de maneira mais fácil — justamente por se basearem em fornecer boa saciedade e densidade nutricional.

Espero que as dicas de hoje tenha sido úteis – elas foram adaptadas daqui: 5 Estratégias Para Emagrecer Sem Contar Calorias E Sem Sofrer

Até o próximo post e um forte abraço, dos seus amigos,
– Guilherme E Roney.

Comentários