Buscar no Cruzeiro

Buscar

Como divulgar serviços de saúde na era das mídias sociais:

08 de Julho de 2021 às 15:54
Senhor Tanquinho [email protected]
computador
computador (Crédito: pexels)

O marketing para a área de saúde é regulamentado e não pode ser feito da mesma forma que para empresas relacionadas a consumo ou prestação de serviços de outras áreas, mas isso não significa que não deva ser realizado e que as empresas não possam tornar pública sua capacidade de prestar atendimento e/ou suporte em suas áreas de atuação.

A seriedade do tema saúde faz com que qualquer tipo de propaganda tenha que ser desenvolvida levando em conta os princípios éticos da medicina, enfermagem, odontologia e de todas as áreas correlatas.

Além disso, subentendesse que a saúde não é um produto a ser comercializado, então, como vender serviços ou produtos de saúde sem ferir os princípios profissionais e códigos de ética de cada profissão desse segmento?

É o que o conteúdo abaixo pretende revelar.

Leia também: como será a medicina após a pandemia.

Comunicação Visual – Dentro e Fora do Estabelecimento

Um hospital, clínica, farmácia ou consultório pode, e deve, investir na comunicação visual da sua marca.

No prédio onde os serviços são prestados, não só é autorizado quanto é desejável que haja comunicação clara sobre a instalação da empresa no local, bem como a utilização de totens, placas, toldo, letreiro e todas as sinalizações possíveis para que o estabelecimento seja facilmente localizado e que seja fácil compreender sua finalidade.

A comunicação visual continua no interior do estabelecimento e é indicada para uniformes, materiais gráficos, mobiliário, equipamentos e mídias internas, como televisores em sala de espera, por exemplo.

A comunicação visual bem feita faz parte do marketing na área da saúde e não deve ser negligenciada.

Site ou Loja Virtual - Comunicação Digital Rápida e Clara

A criação de um site faz parte da estratégia de marketing digital para área da saúde e não fere nenhum princípio legal ou ético.

Um site no nome da empresa ou do profissional de saúde, que contenha as informações sobre localização, horário de atendimento, telefones e canais de contato, tipos de serviços oferecidos, procedimentos realizados ou produtos vendidos e links para redes sociais é uma forma de mostrar para o cliente que a empresa ou o profissional já está estabelecido digitalmente e está disponível para ser avaliado, elogiado ou criticado publicamente, já que é uma pessoa com perfil público na internet.

Vale lembrar que a área da saúde não é feito apenas de assuntos que envolvem doença e cura.

Dentro do segmento existem as farmácias e drogarias, que vendem não apenas remédios, mas cosméticos, produtos para gestantes e bebês, produtos de higiene e, em alguns casos, itens diversos de beleza, como brincos pequenos antialérgicos para bebês e outras semijoias, acessórios para cabelos, pentes e escovas, maquiagens, e vários outros produtos.

Também existem as empresas que vendem produtos hospitalares, lojas de acessórios pós-cirúrgicos, e profissionais de saúde que trabalham com bem-estar como massagem, nutrição e preparação física para atletas, melhoria da qualidade de vida e muitos outros.

Em todo caso, para qualquer que seja o nicho, é importante que o site seja construído de forma profissional, a fim de demonstrar credibilidade e seriedade para clientes, pacientes e consumidores.

Um site amador pode causar uma impressão negativa para a empresa e para os profissionais a ela vinculados.

Um bom site da área de saúde deve ser rápido, possuir informações acessíveis e claras, ser adaptável a qualquer dispositivo mobile e possuir uma área de contato simplificada na qual o usuário possa, rapidamente, conseguir retorno sobre suas solicitações.

Marketing de Conteúdo – O Youtube Como Pilar Estratégico

O marketing de conteúdo é uma das estratégias mais valiosas para construção de marca e autoridade na internet.

Os profissionais de saúde não estão autorizados a prescrever medicações ou realizar diagnósticos de forma generalizada, em sites, blogs ou vídeos, no entanto, não há nenhuma restrição sobre a publicação de artigos científicos, divulgação de novidades da área médica, odontológica ou farmacêutica e nem sobre a publicação de conteúdos educativos sobre procedimentos estéticos, cirúrgicos e terapias, por exemplo.

Utilizando esse escopo, é perfeitamente possível que o profissional tenha um site, blog ou canal de conteúdo onde possa dar dicas sobre saúde, orientação sobre bem estar e alimentação, exercícios físicos e informações sobre doenças, causas e tratamentos (que não envolvam a prescrição de medicação).

Ao fazer a publicação desses conteúdos, o profissional ou instituição demonstra ter conhecimento de causa e se torna uma referência.

O Youtube é um dos canais digitais que merece atenção especial em relação a esse assunto. Vídeos explicativos, orientações básicas e a simples presença de um profissional capaz de esclarecer dúvidas é fator capaz de gerar alívio e conforto para muitas pessoas, o que gera o efeito de reciprocidade, já bastante estudado e comprovado no mundo do marketing.

A reciprocidade é capaz de gerar engajamento, compartilhamento, contratação, e indicação do profissional, clínica, consultório, farmácia ou produto para outras pessoas.

Além disso, se esses conteúdos são publicados em canais onde há meios de entrar em contato, é orgânico que pessoas que estão interessadas nas informações do conteúdo procurem o profissional para obter mais detalhes, e dessa forma, o marketing é feito de forma natural, sem que haja excessos que poderiam comprometer a ética profissional.

Bom Relacionamento com Clientes e Pacientes

Empresas que possuem bom relacionamento com seus clientes vendem mais e conseguem mais indicações.

No caso da saúde, não é diferente.

Um bom médico, fisioterapeuta, dentista, nutricionista e até mesmo um bom atendente de farmácia, clínica ou consultório, podem render indicações e aumento na carteira de clientes e pacientes.

Afinal, quem recebe um bom tratamento, com esclarecimentos, orientações, respeito e disponibilidade, tende a desejar o mesmo para amigos e parentes e é justamente aí que o bom relacionamento com o paciente ou cliente pode funcionar como uma ferramenta de marketing, ainda que esse não seja o principal objetivo.

O bom relacionamento não envolve apenas o atendimento médico, mas a forma como o paciente ou cliente é recepcionado, as condições do ambiente, a possibilidade de estacionamento próximo do local, o agendamento via whatsapp ou pelo meio de preferência do paciente/cliente, as condições de pagamento oferecidas, a facilidade para agendamento de consulta e/ou retorno e vários outros fatores relacionados à satisfação de quem está sendo atendido.

Considerações Finais

É inegável que fazer marketing dentro de nichos e setores regulamentados, como é o caso da área da saúde, é mais complexo do que fazer publicidade em outros setores, afinal, muito do que é considerado uma ótima estratégia, como os famosos antes e depois, promoções com descontos, cupons, cashback e várias outras possibilidades comuns ao meio de propaganda e divulgação, não estão acessíveis para diversos segmentos dentro da área de saúde.

Porém, tão notável quanto essas limitações, é o fato de que a “dificuldade” diminui muito o número de profissionais que estão utilizando o marketing a seu favor, o que torna o posicionamento como referência no mundo digital consideravelmente mais fácil do que seria em outras atividades onde a publicidade é menos regulamentada e portanto, muito mais praticada por empresas e profissionais.

Empresas que atuam no segmento da saúde e ainda não possuem uma presença digital impactante, podem e devem aproveitar esse momento onde há, inclusive, maiores permissões em relação ao uso de canais digitais para o exercício de atividades relacionadas à medicina e saúde para expandir seus horizontes e conseguir aparecer para seus usuários nas redes sociais e nos meios digitais que eles utilizam para se informar.

Se esse conteúdo foi interessante ou útil para você, não deixe de leva-lo ao conhecimento de mais pessoas.

Compartilhe nas suas redes sociais e ajude a propagar informação de qualidade na Web.