Turismo

O que fazer em Maringá: Cinco melhores pontos turísticos

Saiba quais são alguns dos pontos que você precisa conhecer ao visitar Maringá.
O que fazer em Maringá: Cinco melhores pontos turísticos

Localizada no noroeste do estado do Paraná, a 425 quilômetros de Curitiba, a cidade de Maringá é um dos principais municípios do interior paranaense. Lar de 430 mil habitantes, ela também é um ponto turístico importante da região, atraindo visitantes de diversos cantos do Brasil.

Uma viagem até lá pela Viação Garcia tem a vantagem de unir conforto e bom preço no bilhete de viagem. Ela faz conexão com diferentes cidades, como Londrina, Curitiba e São Paulo. Assim, você pode desfrutar de uma visita na cidade sem se preocupar em gastar muito.

Mas, que pontos turísticos visitar em Maringá? Se você não sabe aonde ir, não tem problema. O texto abaixo apresenta cinco boas sugestões de passeios para realizar na cidade.

Catedral de Nossa Senhora da Glória

O arquiteto José Augusto Bellucci e Dom Jaime se uniram para conceber um projeto ousado e bastante chamativo: a catedral de Nossa Senhora da Glória. A construção é inspirada no satélite soviético Sputnik Segundo, e é caracterizada pela sua estrutura cônica, que aponta para o céu.

A construção tem 50 metros de diâmetro externo e 124 metros, além de uma cruz no seu topo, que tem outros 10 metros. Essas características a tornam o 10.º monumento religioso mais alto do planeta, sendo a maior estrutura desse tipo na América do Sul.

Leia mais  Definido prazo de remarcação e reembolso

O interior da catedral também promete belezas aos seus visitantes. O pintor maringaense Zanzal Mattar concebeu 60 trabalhos diferentes, incluindo a via Sacra, com suas 15 estações, e a figura de Nossa Senhora da Glória. Os 16 vitrais produzidos pelo artista plástico Lorenz Helmair são outro diferencial, com linhas e cores que mudam de tonalidade no decorrer do dia.

Mercadão de Maringá

Esse ponto turístico foi inaugurado em 2009, no mesmo prédio que abrigou o primeiro armazém de secos da cidade. No seu interior, o visitante encontra 30 lojas que comercializam produtos variados, como vinhos nacionais e importados, frutas típicas e exóticas, carnes, peixes, queijos, doces e cervejas de todos os cantos do mundo.

Por isso, é um excelente ponto de visitação para quem quer se deliciar com diferentes sabores. Ao lado do Mercadão, há a Travessa Jorge Amado. É um espaço de trânsito livre para pedestres, onde ainda ocorrem eventos artísticos e culturais da cidade.

Museu Bacia do Paraná

Trata-se de uma das primeiras construções da região conhecida como Maringá Novo, que ficava localizada na Avenida Brasil na década de 1980, época em que foi cedida à Universidade Estadual de Maringá. Em 1984, ela foi desmontada e reconstruída no interior do campus da UEM, mantendo a sua arquitetura original.

Leia mais  Hotel promete protocolos rígidos e distanciamento social

Em uma área de 250 metros quadrados, o visitante encontra um acervo repleto de fotografias, fragmentos de vegetais e animais, e publicações diversas da bacia hidrográfica do Rio Paraná. O museu ainda abriga aparelhos e equipamentos topográficos, utensílios e documentos indígenas, além de outros objetos.

Bosque das Grevíleas

O nome do lugar, que tem quase 50 mil metros quadrados de área, faz referência à única espécie de árvore que era cultivada no local quando ele foi criado: a grevílea. Além dela, que está presente até hoje, outra espécie que desperta o encanto dos visitantes é a buganvília, com seus arbustos floridos que ajudam a colorir o local.

Nos últimos anos, voluntários têm se esforçado para transformar o lugar em um grande bosque sensorial, plantando diversas árvores frutíferas. O local conta com pista de caminhada e corrida na parte externa e interna, além de ciclovia e espaço próprio para prática de ginástica.

Parque do Ingá

O Parque do Ingá fica localizado no coração de Maringá, sendo considerado o pulmão da cidade. Ele tem 474 mil metros quadrados e conta com um lago artificial, além do Córrego Moscados, protegido por lei contra o processo de urbanização.

Leia mais  Pousadas de Noronha lançam site para busca de hospedagem

Em sua parte externa está uma pista de caminhada com três quilômetros de extensão, além de academia ao ar livre. Outros pontos de destaque são o píer com os pedalinhos e uma gruta, que abriga a imagem de Nossa Senhora Aparecida.

Comentários