fbpx
Turismo

Lazer e esportes náuticos movimentam Itupararanga

Represa atrai turistas nas temporadas mais quente do ano
Lazer e esportes náuticos movimentam Itupararanga
Atividades náuticas atraem turistas, principalmente de São Paulo. Crédito da foto: Cortesia

Lanchas, jetskis, caiaques, stand-up paddle, barcos de pesca e veleiros lotam as águas da represa de Itupararanga nos finais de semana. O turismo náutico e de natureza cresceu nos últimos anos e estimulou investimentos em marinas e clubes que disponibilizam acesso de embarcações à represa.

Pelas placas dos veículos que chegam à Itupararanga, São Paulo é a principal origem dos turistas. Mas a região, aos poucos, também está descobrindo que o destino é uma ótima opção de lazer.

O intenso movimento de carros no paredão da represa, puxando lanchas e barcos, mostra o potencial do turismo na região. Como não há espaço para o trânsito em duas mãos sobre a barragem, os motoristas obedecem ao esquema de alternância de fluxo. Se um carro inicia a travessia o outro espera a passagem. Enquanto isso, aprecia-se a beleza da paisagem e o imponente paredão da represa construída com supervisão de engenheiros norte-americanos e ingleses no começo do século passado.

Leia mais  Já planejou seu Réveillon?

Clubes de vela e marinas

Lazer e esportes náuticos movimentam Itupararanga
Represa fica movimentada de veleiros e lanchas nos finais de semana. Crédito da foto: Cortesia

A antiga estrada da Light, que liga Votorantim a Piedade, após o paredão da represa segue serpenteando ao lado do manancial com belas paisagens e lá estão os clubes náuticos, marinas e píeres, que possibilitam o acesso das embarcações à água.

Um desses pontos, já em território de Piedade, é o Píer São Francisco, a cerca de 30 km de Sorocaba. É um espaço de lazer onde se pode praticar esportes náuticos e atividades de lazer como passeios de veleiro, caiaque e stand-up paddle. Além disso, há uma área delimitada para se brincar na água com segurança, um gramado sombreado com redes para relaxar, restaurante, banheiros, vestiários e camping. O local ainda é pet friendly (com uso de guias).

Lazer e esportes náuticos movimentam Itupararanga
Turistas buscam o lazer com caiaques, pranchas e barcos a vela. Crédito da foto: Cortesia

O acesso ao píer é pago (R$ 20 para adultos, crianças até 14 anos é grátis) e disponibiliza equipamentos para a recreação, que tem cobrança pelo tempo de uso. Prancha e caiaque individual ($40/1h-$30/meia hora), caiaque duplo ($50/$40) pedalinho ($60/$40) e veleiro a R$ 150/1 hora, com skipper (condutor da embarcação). O camping cobra R$ 50 por pessoa (adultos) e crianças até 14 anos pagam R$ 10. Quem acampa tem desconto de R$ 10 no aluguel de pranchas ou caiaques.

Leia mais  São Pedro atrai pelas paisagens, clima agradável e hospitalidade
Lazer e esportes náuticos movimentam Itupararanga
Velejador Marcos Faccini. Crédito da foto: Cortesia

Há também um curso de vela no píer, com duração de 12 horas, divididas em três dias, com certificado. Aliás, a prática da vela vem crescendo aos poucos na região, graças à proximidade da represa de Itupararanga. Para Marcos Faccini, proprietário do Píer São Francisco, a proposta do clube é oferecer um espaço para recreação e descanso. “Aqui não tem barulho de som alto, não tem jetski, basicamente é atividade de remo e vela; é pra relaxar e curtir a natureza”, diz. Mais informações sobre atividades em https://www.facebook.com/piersaofrancisco/

Proteção ambiental

Lazer e esportes náuticos movimentam Itupararanga
Píer São Francisco tem restaurante e equipamentos para alugar. Crédito da foto: Cortesia

A represa está inserida na Área de Proteção (APA) de Itupararanga e a bacia hidrográfica tem 936 quilômetros quadrados, que inclui os municípios de Alumínio, Cotia, Ibiúna, Mairinque, Piedade, São Roque, Vargem Grande Paulista e Votorantim, onde está o paredão. A APA foi criada com o objetivo de promover o uso sustentável e a conservação do manancial, preocupação que cresce com o aumento de atividades e ocupações nas margens da represa. (Admir Machado)

Comentários