Turismo

Ecoturismo é opção de lazer na quarentena

A 145 km de Sorocaba e com protocolos rígidos, Legado das Águas reabre para atividades ao ar livre
Ecoturismo é opção de lazer na quarentena
Canoagem é uma das atrações liberadas: enquanto rema, visitante contempla a mata atlântica. Crédito da foto: Divulgação

Ar livre, baixa aglomeração e viagem rápida. Essas são as principais características do turismo regional, que se apresenta como uma ótima opção para o período de flexibilização do isolamento social. Com acesso por Tapiraí — a 145 quilômetros de Sorocaba –, na região Metropolitana de Sorocaba (RMS), o Legado das Águas, maior reserva privada de Mata Atlântica do País, retoma as atividades de ecoturismo em 26 de setembro, mediante compra antecipada.

Para a reabertura, a Reserva readequou toda a sua estrutura e adotou medidas preventivas com base em padrões que são referência nacional e internacional de segurança sanitária. As opções de atrativos disponíveis para o retorno, entre trilhas, canoagem, banho de rio e cachoeiras, possibilitam aos turistas contato imersivo com a floresta, aventura ou mesmo um passeio relaxante em contato com a natureza.

Para possibilitar o retorno, William Mendes, gestor de uso público, ecoturismo e esportes do Legado das Águas, explica que os últimos quatro meses foram dedicados à elaboração do Plano de Reabertura, que estabeleceu diversas medidas preventivas. No quesito estrutura física, a base do Legado das Águas, assim como os receptivos das atividades, recebeu sinalização de distância mínima e placas de orientação de higiene, além da adequação do restaurante para evitar aglomerações.

Ecoturismo é opção de lazer na quarentena
Reserva adota distanciamento e redução do número de visitantes. Crédito da foto: Divulgação

Também foram implementadas: redução da capacidade máxima de visitantes, aferição da temperatura constante entre funcionários e visitantes, obrigatoriedade do uso de máscaras, higienização constante das áreas de uso comum, higienização específica para a pousada, disponibilização de álcool em gel para visitantes, priorização do check-in virtual, entre outras medidas. “O plano foi elaborado por um Grupo de Trabalho composto por profissionais de diversas áreas, incluindo a equipe liderada pela Coordenação do Legado das Águas e especialistas da Beneficência Portuguesa de São Paulo, que assina a curadoria de todo o protocolo”, conta Mendes.

Para incentivar a prática da biossegurança na região, David Canassa, diretor da Reservas Votorantim, conta que o Legado das Águas também criou o selo “Parceiro Clean”, que será concedido aos fornecedores que se comprometerem a seguir as medidas previstas no Plano de Reabertura. “Todas as nossas atividades, de ponta a ponta, seguirão os padrões estabelecidos no Plano. Mas é essencial que todos se comprometam com a própria segurança e com a dos outros. O turismo regional ganhará força nesse período, sendo o tipo de viagem preferido pelas pessoas. É essencial somar esforços e trocar aprendizados, só desta forma conseguiremos fortalecer a região, catalisar oportunidades e reaquecer a economia”, diz o diretor.

Banho de floresta

Ecoturismo é opção de lazer na quarentena
Trilha leva a cachoeira com piscinas naturais, ideais para banhos. Crédito da foto: Divulgação

Para o retorno, o Legado das Águas abriu venda promocional e antecipada para três das atividades mais preferidas pelos turistas, que oferecem um contato imersivo com a natureza, e uma boa dose de diversão e relaxamento. São elas:

– Canoagem: – ideal para quem já fez e para quem fará pela primeira vez. Enquanto o turista rema, poderá contemplar a majestosa floresta atlântica que margeia o rio Juquiá, além de ter uma grande possibilidade de avistar aves como martim-pescador, águia pescadora, garças e biguás;

– Trilha da Cachoeira Dezembro – além de um visual deslumbrante, dentro da floresta, a trilha finaliza em uma grande cachoeira com piscinas naturais, ideais para banhos;

– Trilha da Copaíba-Prainha – são 9 km de trilha terrestre, onde é possível ter contato com grandes árvores e visualizar de um mirante natural a majestosa floresta atlântica, e 3 km aquática, que pode ser percorrida de caiaque ou barco, serpenteando diversas paisagens diferentes, que finaliza com banho no rio Juquiá. (Da Redação, com informações do Legado das Águas)

Mais informações no site https://loja.legadodasaguas.com.br/

Comentários