Turismo

Curitiba seduz turistas com programação natalina

O Coral Palácio Avenida é uma das principais atrações da cidade no período de Natal
Início da apresentação de Natal no Palácio Avenida. Crédito da foto: Marcel Scinoca

Ficar de varde, como se diz em Curitiba, ou ocioso, é algo que nenhum turista consegue fazer na capital paranaense. Com a extensa e emocionante programação natalina, então, o visitante precisará até de uns dias extras se quiser conhecer tudo que a cidade oferece.

As atrações alusivas ao Natal começaram em 22 de novembro. A apresentação com mais de 100 crianças de escolas municipais e de instituições de acolhimento, apoiadas pelo banco Bradesco, faz parte das principais atrações e, seguramente, é um dos espetáculos natalinos mais emocionantes do Brasil.

Com 45 minutos de duração, o tema deste ano é “Tempo de sonhar”. A apresentação é encerrada com uma queima de fogos de artifício. A entrada é gratuita, mas vale um aviso: quem quiser prestigiar a apresentação em pontos privilegiados ou ver mais de perto a atração precisa chegar cedo, com pelo menos duas horas de antecedência. Há venda de camarotes, mas a compra também é antecipada. O evento chega a reunir 30 mil pessoas numa única noite.

O projeto foi iniciado há quase 30 anos pelo então banco Bamerindus. Mais tarde, em 1997, o banco foi vendido, mas as apresentações foram mantidas pelo HSBC. Com a aquisição do banco pelo Bradesco, em 2015, o coral no Palácio Avenida foi um dos compromissos mantidos pela instituição financeira.

Árvore de Natal embeleza o Jardim Botânico de Curitiba. Crédito da foto: Marcel Scinoca

Confira parte da programação do Natal de Curitiba, que inclui mais de 70 atrações:

Vila de Natal Electrolux da Praça Santos Andrade – feira com artesanato, gastronomia e uma roda gigante iluminada. Todos os dias, até 23 de dezembro. Entrada gratuita

Coral Palácio Avenida – Natal do Bradesco 2018 –, até 16 de dezembro. Entrada gratuita

Natal do Paço 2018 – O Chefe da Fábrica – Diversas apresentações. Até 13 de dezembro. Entrada gratuita

Parada de Natal do Batel – evento com carros alegóricos, figurinos exclusivos e trilha sonora gravada pela Orquestra Filarmônica de São Petersburgo (Rússia). Entrada gratuita. Até 18 de dezembro

Maria Fumaça do Natal – a locomotiva Maria Fumaça Mallet 204, com adereços natalinos, percorrerá vários bairros da cidade. Até 15 de dezembro. Entrada gratuita

As atrações do Natal de Curitiba vão até 25 de dezembro. A decoração em boa parte da cidade ficará até 6 de janeiro. A agenda completa está disponível no site oficial.

Curitiba tem mais…

A capital do Paraná possui dezenas de atrações para qualquer época do ano. Segundo a Secretaria de Turismo da cidade, 4 milhões de turistas a visitaram em 2017.

Não poderia ser diferente. A cidade leva o turismo a sério. Essa sensação se vê em todos os cantos e inclui vários aspectos como a ampla rede hoteleira, as dezenas de atrações históricas, ambientais e culturais, a gastronomia invejável e, é claro, o acolhimento do curitibano, que está em cada detalhe.

O roteiro gastronômico na cidade inclui vários pratos de diversas regiões do mundo

Há visitas que são obrigações para quem está na cidade. Uma delas está relacionada com a Ópera de Arame, um dos pontos turísticos mais visitados de Curitiba.

O local ganhou um projeto ousado com a iniciativa Vale da Música. Com preços populares, o evento, em parceria com o Bradesco, Futura Fonte e DC Set Eventos, traz, por exemplo, atrações em um palco flutuante e móvel, no meio do lago da Ópera de Arame.

Leia mais  Brotas vai muito além do turismo de aventura

 

Um teleférico, o primeiro de Curitiba, será inaugurado em breve. O local também tem espaço para gastronomia, incluindo a releitura de pratos típicos da região.

Falando em gastronomia, o roteiro na cidade inclui vários pratos de diversas regiões do mundo. O pierogi, pastel cozido de origem polonesa, é um deles.

A culinária asiática, presença forte na cidade, é atração no restaurante Hai Yo, que fica no tradicional e requintado Grand Hotel Rayon. O Hai Yo, para se ter ideia, tem como chef o renomado Kazuo Harada, com atuação no Copacabana Palace, no Rio de Janeiro.

Em se tratando da culinária italiana, o Terrazza 40, no topo 40º andar de um dos prédios mais alto de Curitiba, traz receitas italianas originais e com a esplêndida vista panorâmica da cidade. No cardápio, por exemplo, o inesquecível “fettuccine al mignon”, típica massa de Roma, preparada pelo restaurante de forma artesanal, com iscas de mignon, creme de leite fresco e diversos queijos.

Vista parcial do Mercado Municipal de Curitiba. Crédito da foto: Marcel Scinoca

A visita ao Mercado Municipal de Curitiba também é indispensável. O local tem mais de 50 anos e conta com diversos tipos de comércio, incluindo um espaço para produtos orgânicos. Uma das atrações é a loja Cativa Natureza, pioneira no Brasil a vender cosméticos com insumos rastreados, sem testes em animais – ideais para veganos – ou uso de espécies vegetais em extinção.

A boa gastronomia também tem presença garantida no Mercado Municipal, incluindo o Anarco. O restaurante tem o que há de melhor da gastronomia italiana, além de especiarias e vinhos.

Leia mais  Turismo de brasileiros cresce 11,7% em Portugal

 

Como uma das sobremesas, o local serve sorvete de goiaba com bacon. Há quem diga que sentiu inicialmente o gosto de nozes ao experimentá-lo. Ele é, digamos, polêmico, mas, certamente, a experiência é válida.

Para relaxar, a cidade conta com uma completa rede hoteleira, incluindo estabelecimentos locais e renomadas redes. A lista de excelentes estabelecimentos é longa. O Full Jazz, da rede Slaveiro Hotéis, está nessa lista. O hotel é temático e o jazz, é claro, está em quase tudo.

Turismo levado a sério

Como retrato de que o turismo é levado a sério e que a cidade possui vocação para tal, além do sistema BRT e de linhas com ônibus convencionais, falando em mobilidade do transporte coletivo, Curitiba conta com uma linha exclusiva para turistas. Trata-se da Linha Turismo, que funciona sete dias por semana.

Ônibus destinado aos turistas em Curitiba. Crédito da foto: Marcel Scinoca

Essa linha é composta por ônibus especial, de dois andares, que circula nos principais pontos turísticos. Com ela, é possível conhecer os parques, praças e prédios históricos. A linha circula a cada 30 minutos, percorrendo aproximadamente 44 quilômetros em cerca de 2 horas e meia.

E se engana quem acha que custa muito conhecer as atrações da capital paranaense. O pacote individual, por exemplo, para ver o Natal em Curitiba, custa a partir de R$ 665,00 pela BWT Operadora. O pacote inclui passagem aérea – ida e volta saindo de São Paulo -, transfer de chegada e saída, camarote de Natal Bradesco, duas ou três noites de hospedagem com café da manhã em hotel categoria turística, além de seguro viagem.

 

O repórter viajou a convite do Instituto Municipal de Turismo de Curitiba (IMT), Curitiba Convention Bureau (CCVB) e BWT Operadora de Turismo. (Marcel Scinoca)

Comentários