Turismo

Campos do Jordão gastando pouco? Saiba que a combinação é possível

Chegar até a “Suíça brasileira” é barato, basta escolher a viação certa. Por lá, também é possível curtir muito e gastar pouco

Campos do Jordão é um município do interior de São Paulo, na região da Serra da Mantiqueira. É a cidade mais alta do Brasil, o que faz com que o seu turismo de inverno seja muito popular.

Muitas pessoas, especialmente casais, buscam o destino para usufruir de refeições quentes, chocolates finos e vinhos diante da lareira. No entanto, Campos do Jordão não é “só” isso: a cidade conta com mostras de artes, bibliotecas, eventos culturais múltiplos e muita vida natural.

Dado o fato que é um lugar bastante diferenciado, é natural que se acredite que viajar ou passear por lá seja caro. Mas isso não é verdade, a passagem pode ser adquirida a preços em conta por meio de empresas de transporte rodoviário, inclusive com a Empresa de Ônibus Litorânea. E mesmo os passeios da cidade cabem tranquilamente no bolso.

Confira abaixo algumas das opções mais interessantes para quem quer aproveitar Campos do Jordão sem gastar muito.

É possível passear em Campos do Jordão gastando pouco?

Existem, claro, alguns programas que são um pouco mais caros: jantares em restaurantes noturnos, por exemplo, podem exigir algum desprendimento financeiro. Mas as abundantes opções econômicas incluem:

Leia mais  Turismo na natureza lidera a preferência dos viajantes

Visitação a museus

O Museu Felícia Leirner foi construído em uma área de mata, ou seja, está em um lugar belíssimo, e conta com um acervo de 85 obras da artista que dá nome ao espaço.

O auditório Cláudio Santoro, que fica no mesmo espaço do museu, frequentemente também é palco de eventos de grande porte, como o Festival Internacional de Inverno.

Outro museu gratuito é o Palácio Boa Vista, também conhecido como Palácio do Governador. Localizado em uma área de cerca de 3 mil m², a construção tem 35 ambientes e mais de 100 cômodos. Em seu acervo, estão artigos dos séculos 17 ao 20, como porcelanas, pinturas, esculturas, itens de temática religiosa, entre outros.

Trem e teleférico

Tanto o trem quanto o teleférico são passeios baratos e inspiradores: embarcando nos dois meios de transporte, é possível conhecer melhor a cidade. Sobretudo graças à boa perspectiva das alturas, que faz com que ela fique ainda mais charmosa.

Leia mais  Destinos regionais devem ser 1ª opção

Parque Estadual Horto Florestal

O parque ocupa aproximadamente 40% da área de Campos do Jordão, ou seja: é realmente majestoso. Por lá, é possível desfrutar de grandes paisagens, árvores — especialmente araucárias e coníferas — e do silêncio que só pode ser alcançado em meio à natureza.

Para os que têm família grande, querem passear com os amigos ou gostam da ideia de levar o par para um dia mais animado, é possível conhecer bosques, viveiros, fazer trilhas, participar de circuitos de ginástica e até encontrar um espacinho na área de churrasqueiras.

É preciso pagar para entrar no parque, mas o valor é bem enxuto. Estudantes e idosos podem pagar meia-entrada, enquanto crianças até seis anos não pagam.

Parque Amantikir Garden

O valor por pessoa é um pouco mais alto — em algumas épocas, vai de R$ 30 a R$ 40 —, mas ainda é mais baixo do que o preço praticado nas grandes cidades.

Leia mais  Pelo Brasil afora, mas de um jeito diferente

Visitar o Parque Amantikir vale muito a pena, não apenas pelo prazer visual e pela chance de respirar ar puro, mas pela possibilidade de desfrutar de um passeio romântico. Se você resolveu visitar Campos do Jordão com seu namorado ou namorada, eis uma bela escolha de passeio!

No local, é possível contemplar mais de 700 espécies de plantas, divididas em 26 jardins, e passear em meio ao verde.

Não é incomum encontrar pessoas praticando atividades físicas, como ioga e tai chi chuan, tampouco grupos em estado meditativo. Da mesma forma, o espaço abriga aulas de artes plásticas, exposições e eventos de diversas ordens.

Comentários