fbpx
Turismo

Alemanha atrai brasileiros com sua beleza a efervescência

Sorocabanos relatam a gratificante experiência de terem visitado Munique e Dusseldorf
Bela e efervescente Alemanha
Às margens do rio Reno, Dusseldorf se destaca como centro econômico e cultural. Crédito da foto: Acervo Pessoal

Conhecida por ser uma das maiores potências econômicas do mundo, a Alemanha é rica também em beleza, e isso atrai muitos turistas. Segundo uma pesquisa realizada recentemente no portal O Globo, a Alemanha é o 7º país mais visitado do mundo, com cerca de 35 milhões de turistas anualmente.

A coordenadora do curso de Relações Públicas da Universidade de Sorocaba (Uniso), Mércia Segala Bruns, 42 anos, visitou a Alemanha com seu esposo, Guilherme Lacerda Bruns, 38 anos, e o filho Gabriel Segala Bruns, 4 anos.

Bela e efervescente Alemanha
A família Bruns também curtiu a Oktoberfest na capital da Baviera, com amigos que moram na Alemanha. Crédito da foto: Acervo Pessoal

A família ficou hospedada na casa dos amigos Thais Stevux Arruda e Eduardo Arruda, em Munique. “Visitar a Alemanha foi uma experiência única. As histórias que estudamos nos livros na escola foram vistas e relembradas ao vivo. É um país lindo, com construções imponentes, símbolo de poder”.

Durante os 13 dias em que estiveram na Alemanha, visitaram diversos pontos turísticos e eventos, principalmente porque viajaram na época em que ocorre a Oktoberfest na região. O festival típico, que inspirou tantos outros pelo mundo, possui uma referência conhecida no Brasil, na cidade de Blumenau, em Santa Catarina, mas na Alemanha preserva características distintas e originais.

Bela e efervescente Alemanha
Munique mescla história e modernidade e é a 3ª cidade mais populosa do país. Crédito da foto: Acervo Pessoal

“A Oktoberfest é realizada em um recinto aberto, no parque de Theresienwise, com as ruas repletas de barracas de comidas e muitos brinquedos, como montanhas russas, roda-gigante e carrinhos de bate-bate. Da roda gigante dá para ver a festa inteira e grande parte da cidade de Munique. Os pavilhões da festa são organizados pelas marcas de cervejarias mais tradicionais da Alemanha, com músicas e danças. Pelas tradições, muitos usam trajes típicos e bebem em pé”, comenta Mércia sobre sua experiência no festival.

História

Bela e efervescente Alemanha
Mércia, o esposo Guilherme, e o filho Gabriel adoraram Munique. Crédito da foto: Acervo Pessoal

O campo de concentração Dachau foi outro ponto turístico onde a família e os amigos acolhedores estiveram. “No campo de concentração Dachau visitamos o museu do local, onde há fotos reais, vídeos e documentários das atividades desenvolvidas no campo pelos alemães aos judeus e a outros prisioneiros políticos que fossem contra a ideologia do governo. Em uma parte mais reservada, há um espaço dito como cemitério. Esta visita causou uma sensação indescritível, um misto de vazio e de revolta”, afirma Mércia.

A trabalho

 

Taciano Aires, 36 anos, esteve na Alemanha a serviço da empresa em que trabalha em Sorocaba, a ABB, para um treinamento, e comenta também sobre a viagem. “Foi uma boa experiência visitar a Alemanha, eu estive na cidade de Dusseldorf, que é a capital do estado de Renania do Norte. Estive na Alemanha porque é onde uma parte da empresa em que trabalho faz pesquisas e desenvolve tecnologias. Fui para fazer um treinamento em balanças dosadoras.”

Bela e efervescente Alemanha
Taciano esteve em Dusseldorf e quer voltar à Alemanha. Crédito da foto: Acervo Pessoal

Em seus momentos de folga, Taciano teve a oportunidade de conhecer alguns pontos da cidade e de se aventurar na gastronomia local. “Dusseldorf tem um centro histórico bastante movimentado, com muitas cervejarias e barzinhos, além de uma calçadão para caminhar que conta com uma vista panorâmica do rio, com a parte moderna da cidade ao fundo. Visitei o centro de convenções e provei vários tipos de embutidos de porco em diferentes preparos, mas o melhor prato foi um delicioso joelho de porco, acompanhado de uma cerveja quente, no centro histórico, em uma cervejaria com mais de 300 anos”.

A curta experiência que Taciano teve na Alemanha deixou um desejo de repetir a viagem, dessa vez apenas a passeio. “Gostaria de voltar para a Alemanha e conhecer outras cidades, como Frankfurt, Munique e Hamburgo”, completa. (Miriã de Almeida – Agência de Jornalismo/Uniso)

Comentários
Assuntos