Turismo

Acessibilidade é aposta para o turismo em João Pessoa

Acessibilidade é aposta para o turismo em João Pessoa
Prefeitura planeja a construção de um Centro de Apoio ao Turismo (CAT) adaptado. Crédito da foto: Divulgação

A Prefeitura de João Pessoa pretende tornar a capital paraibana em uma referência no turismo acessível. Nesse sentido, o secretário municipal de Turismo, Daniel Rodrigues, se reuniu com o presidente da AC Social — Assessoria e Consultoria para Inclusão Social, Genilson Machado Lima, na última quinta-feira (18), oportunidade em que discutiram a viabilidade de uma série de projetos que venham beneficiar pessoas com deficiência. Um dos primeiros projetos em discussão é a construção de um Centro de Apoio ao Turismo (CAT) adaptado, que deve ser instalado na praia do Cabo Branco. A reunião contou com a presença do secretário executivo, Ferdinando Lucena.

Os recursos para a construção da CAT adaptado virá da emenda parlamentar impositiva da deputada federal paraibana Edna Henrique, que vai destinar R$ 250 mil para a construção de um Espaço Turístico adaptado. O recurso proveniente do Ministério do Turismo será utilizado no projeto, que irá beneficiar a inclusão social de pessoas com deficiência.

Leia mais  Hotel promete protocolos rígidos e distanciamento social

O Espaço Turístico adaptado prevê a adequação de um espaço na areia da praia para a prática de vôlei e bocha; instalação de academia híbrida e playground com brinquedos adaptados interativos para crianças especiais; um quiosque de apoio com banheiros, depósitos, atendimento ao público, guarda volumes e copa; e, ainda, espaço de contemplação e convivência com piso nivelado integrado aos outros espaços, com esteira adaptada para facilitar a locomoção até o mar.

Para Daniel Rodrigues, a Prefeitura de João Pessoa tem um olhar diferenciado para o turismo acessível e é necessário conhecer as dificuldades e prioridades de quem convive diariamente com os impedimentos impostos pelas deficiências físicas. Na opinião dele, a política de turismo precisa ter um olhar a mais para esse público e desenvolver estratégias para buscar atendê-lo da melhor forma possível. Dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) contabilizam que o País tem pelo menos 45 milhões de brasileiros com algum tipo de deficiência.

O secretário de Turismo afirmou ainda que a preocupação da Prefeitura é compactuada com o Ministério do Turismo, que tem procurado desenvolver projetos de melhoria da infraestrutura turística, adotando diversas estratégias para investir nesse importante nicho de mercado. “Pretendemos colocar João Pessoa como um destino que seja atrativo para os turistas que necessitem de roteiros acessíveis”, afirmou o secretário. (Da Redação)

Comentários