Buscar no Cruzeiro

Buscar

Motor

Estilo e tecnologia brilham no Peugeot 3008

Linha 2022 do SUV chega ao País com atualizações no visual e ainda mais soluções tecnológicas

24 de Junho de 2021 às 00:01
Estadão Conteúdo
O motor 1.6 turbo a gasolina, com 165 cv, foi mantido, assim como o câmbio automático de seis velocidades. Entre as novidades, agora há três opções de modo de condução, que podem deixá-lo mais esportivo, confortável ou econômico.
O motor 1.6 turbo a gasolina, com 165 cv, foi mantido, assim como o câmbio automático de seis velocidades. Entre as novidades, agora há três opções de modo de condução, que podem deixá-lo mais esportivo, confortável ou econômico. (Crédito: DIVULGAÇÃO)

Ver um Peugeot 3008 nas ruas brasileiras não é algo fácil, sobretudo por causa do preço. Mas o SUV médio, que estreou no País há cerca de dez anos, faz muito sucesso na Europa. Mérito do alto nível de tecnologia embarcada, da oferta de opção eletrificada e também do visual, que continua ousado. Além disso, no exterior a marca francesa tem uma imagem bem melhor do que no Brasil.

Agora, a linha 2022 chega ao mercado brasileiro com atualizações no visual e ainda mais soluções tecnológicas. Os preços vão de R$ 229.990, para a versão Griffe, a R$ 249.990, para a GT Pack. Na linha 2021, a Griffe Pack THP tinha preço sugerido de R$ 205 990. O motor 1.6 turbo a gasolina, que gera 165 cv, foi mantido. Assim como o câmbio automático de seis velocidades.

As vendas começam na próxima segunda-feira, dia 28. O SUV francês quer disputar compradores com modelos como os nacionais Jeep Compass e Toyota Corolla Cross, além do argentino Volkswagen Taos. Contra o Peugeot, pesa o preço bem mais salgado que os dos rivais. Ainda mais porque não há versão híbrida no País.

Responsável pelo 3008 no Brasil, Victor Leite diz que a Peugeot vai eletrificar a linha vendida aqui aos poucos. Por hora, o único modelo do tipo será o novo hatch 208. Seja como for, segundo informações da marca o SUV ganhou muito em eficiência energética. Isso seria resultado da arquitetura moderna e do menor peso.

Além disso, o bom torque, de 24,5 kgfm, surge às 1.400 rpm. Ou seja, garante boa oferta de força já em baixas rotações. O mérito é também do câmbio automático de seis marchas, que, por sinal, tem novidade.

A transmissão agora traz comando por impulso elétrico. Bem como opção de modo Sport, que dá mais esportividade ao utilitário médio.

O SUV 3008 tem seis opções de cor no Brasil. A de lançamento é a vermelha. Os preços partem de R$ 229.990. - DIVULGAÇÃO
O SUV 3008 tem seis opções de cor no Brasil. A de lançamento é a vermelha. Os preços partem de R$ 229.990. (crédito: DIVULGAÇÃO)

Nesse sentido, o 3008 tem bom comportamento em curvas, direção com respostas bastante diretas e suspensões bem ajustadas. Assim, garantem segurança e equilíbrio em curvas.

Porém, o novo SUV mantém o mesmo pênalti do anterior: as batidas secas dos amortecedores ao passar por imperfeições do asfalto e em buracos. Isso tem a ver com o curso do componente, que é muito curto.

Entre as novidades, o SUV, que tem tração na dianteira, oferece ajuste automático do modo de condução. Há três opções, que podem deixá-lo mais esportivo, confortável ou econômico. Até então, havia só a opção Sport, mas que não modificava o visual do painel de instrumentos, como agora.

Em movimento, a 120 km/h o ponteiro do conta-giros estaciona logo acima das 2 mil rpm. Aliás, a velocidade do 3008 é de 235 km/h, segundo a Peugeot.

O visual, por sua vez, está alinhado com o do 208 e também com o do novo 308. Entre os destaques estão os faróis redesenhados, que se integram às luzes de neblina, avançam sobre os para-choques e incluem um filete de luzes de LEDs. O objetivo é remeter às presas de um leão. Ou seja, o símbolo da marca francesa. No capô, o nome “3008” fica sobre o leão estilizado fixado na nova grade dianteira, com borda infinita. Nas laterais, a impressão é de que a peça é integrada ao para-choque.

Atrás, quase nada mudou. As luzes das lanternas, que são cobertas por um material escurecido, são de LEDs. Elas lembram as “garras” de um leão e as setas são dinâmicas: vão se acendendo em sequência.

Recheio

  - DIVULGAÇÃO
(crédito: DIVULGAÇÃO)

O novo 3008 tem ampla lista de equipamentos. De série há compatibilidade com o sistema MirrorScreen, que inclui conexão com Apple CarPlay e Android Auto. Assim como portas USB na dianteira e na traseira, bem como carregador de celular sem uso de cabo.

Ajuste automático do facho dos faróis, abertura do porta-malas por meio de movimento (chute sob o para-choque), teto solar e bancos com massagem também vêm de fábrica. Bem como sistema que evita que os pneus patinem com quatro níveis: normal, neve, lama e areia.

Entre os auxílios ao motorista estão o que evita a saída involuntária de faixa, por meio de sinal luminoso e correção automática do volante. Há ainda controlador de velocidade adaptativo (inédito no modelo) com stop&go, que desliga e religa o motor sozinho em paradas de semáforo, por exemplo.

Além disso, o 3008 faz reconhecimento de placas de velocidade, detecta obstáculos e pessoas e tem frenagem automática. Assim como sensor de ponto cego e câmera de 180°.

No pacote Visiopark 2, há câmeras na dianteira e na traseira com visão de 360°. Na hora de estacionar, o Park Assist garante assistência ativa em vagas paralelas ou mesmo transversais.

Na cabine do 3008, praticamente tudo é novo. A começar pelos botões de comando, que lembram os de aviões. Nese sentido, colabora o conjunto batizado pela Peugeot de i-Cockpit 2.0. Isso inclui novas telas no painel de instrumentos, de 12,3 polegadas, e no painel central (10‘ na versão GT Pack).

Os comandos, voltados ao motorista, contribuem para melhorar a ergonomia. Outra boa solução é volante pequeno, que garante boa empunhadura, e a tela do painel de instrumentos, que foi deslocada para cima. Isso facilita ainda mais a leitura. (Estadão Conteúdo)

Galeria

Confira a galeria de fotos