Mix

Morre o jornalista cultural Pedro Rocha, aos 27 anos

Ele atuou no jornal O Estado de S. Paulo e dedicou-se à chefia do Exitoína, proposta da Editora Caras
Morre o jornalista cultural Pedro Rocha, aos 27 anos
Pedro Rocha dedicou-se ultimamente à chefia do Exitoína, proposta da Editora Caras. Crédito da foto: Reprodução

O jornalista e repórter Pedro Rocha morreu nesta sexta-feira (3), aos 27 anos, após uma parada cardiorrespiratória. Ele estava no apartamento onde morava, no bairro da Bela Vista, na região central de São Paulo.

Rochinha, como era chamado pelos colegas do Caderno 2, do jornal O Estado de S. Paulo, escreveu sobre cultura pop, música e séries. Após atuar por três anos no portal Papel Pop, participou do curso Focas do Estado, escreveu no suplemento Divirta-se e em seguida no Caderno 2 do jornal. Em março de 2019 dedicou-se à chefia do Exitoína, proposta da Editora Caras.

Pedro Rocha era filho único de Chico e Rosângela. Em suas redes sociais, o pai lamentou a morte do filho: “a dor é tamanha, vou tentar sobreviver por suas lições de amor. Nos encontraremos em breve, meu filho amado. 27 anos de muita cumplicidades. Vá em paz, meu jornalista.”

A dor é tamanha, vou tentar sobreviver por suas lições de amor.Nos encontraremos em breve meu filho amado.27 anos de muita cumplicidade. Vá em paz meu jornalista.

Publicado por Xiko Bomfimbomfim em Sexta-feira, 3 de janeiro de 2020

Fã de Madonna, Pedro Rocha participou de um especial sobre a cantora, entre tantas transmissões ao vivo, no portal do Estado. (Estadão Conteúdo)

Comentários