Mix

Descubra como fazer doação para ONGs e ajudar muitas pessoas

Entidades que prestam serviços à sociedade dependem de contribuições para continuar seus trabalhos, veja como fazer a diferença

As ONGs (Organizações Não-Governamentais) são entidades sem fins lucrativos que prestam serviços filantrópicos e ajudam o mundo a tornar-se um lugar mais justo. Elas são fundamentais e auxiliam aqueles que mais precisam, inclusive a natureza.

Apesar de todo o esforço, essas instituições precisam da ajuda de todos, seja através de doações ou de trabalho voluntário. Qualquer um pode contribuir. Portanto, é muito importante saber como fazer doação para ONGs.

Como fazer doação para ONGs

Por exemplo, para realizar uma doação para APAE (Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais), fundada em 1954, basta dirigir-se à uma unidade da organização. Ou então, ao entrar no site da APAE, é possível encontrar uma página para realizar uma contribuição de maneira simples e rápida.

Todos os dias, mais de 250 mil pessoas são beneficiadas pelos trabalhos prestados por esta ONG. Viu como é importante apoiar? 

Existem inúmeras entidades filantrópicas que atuam nas mais diversas áreas, dessa forma, é possível encontrar aquela que você mais se identifica.

Na maioria dos casos, as doações são feitas através do site da respectiva entidade filantrópica ou diretamente em uma unidade física. A dica é buscar informações diretamente com a instituição desejada. 

Deduzir doações no imposto de renda

Para deduzir doações no imposto de renda, deve-se realizar a declaração da contribuição no IR de modo completo: nome da instituição registrado e número do CNPJ ou CPF. Além disso, é necessário informar o código da doação e a quantia que foi destinada à ONG beneficiada.

Após isto, a Receita Federal apontará os limites da dedução, que baseiam-se no imposto devido ao contribuinte. Os valores de doação não têm limites, ou seja, é possível contribuir com o quanto quiser.

Contudo, as deduções são limitadas e não ultrapassam uma porcentagem pré-estabelecida: até 1% a auxílios à pessoas com deficiência ou programas contra o câncer e até 6% para os demais projetos que atuam com cultura, audiovisual, esporte, crianças, adolescentes e idosos .

Entretanto, para mais de uma contribuição, os valores não podem ultrapassar os 8% do IR devido.

 

Comentários