Buscar no Cruzeiro

Buscar

Iphan tomba 27 obras de Oscar Niemeyer

Decisão encerra processo iniciado pelo próprio arquiteto, responsável por mais de 200 obras, em 2007

08 de Maio de 2021 às 00:01
Da Redação com Estadão Conteúdo
A Passarela do Samba, no Rio de Janeiro, também foi tombada.
A Passarela do Samba, no Rio de Janeiro, também foi tombada. (Crédito: Divulgação )

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) tombou, definitivamente, um conjunto de 27 obras do arquiteto Oscar Niemeyer (1907-2012). O tombamento, oficializado em abril, encerra um processo iniciado pelo próprio arquiteto, em 2007, no ano de seu centenário. Na ocasião, ele fez uma lista com as edificações que considerava mais importantes e a encaminhou ao então ministro da Cultura Gilberto Gil. Em 2017, esse conjunto de 27 obras foi tombado.

O objetivo, ao tombar bens de valor histórico, cultural, arquitetônico e ambiental, é preservá-los, impedindo que eles sejam destruídos ou descaracterizados. Com o tombamento, este conjunto de obras fica sob a vigilância do Iphan. Qualquer intervenção nas obras e no seu entorno devem ser autorizadas pelo órgão.

Um dos maiores arquitetos brasileiros e nome de destaque na arquitetura moderna brasileira, Oscar Niemeyer morreu em 2012, aos 104 anos. Ele foi responsável por mais de 200 obras no Brasil e no exterior.

A maioria das construções tombadas fica em Brasília, mas entre elas estão, também, o conjunto de edificações do Parque do Ibirapuera, em São Paulo, o Museu de Arte Contemporânea de Niterói, a Passarela do Samba, no Rio de Janeiro, e a Casa das Canoas, que ele projetou em 1951 para viver com a família, também no Rio.

Oscar Niemeyer

Oscar Niemeyer é um dos principais arquitetos brasileiros. - DIVULGAÇÃO
Oscar Niemeyer é um dos principais arquitetos brasileiros. (crédito: DIVULGAÇÃO)

Oscar Niemeyer (1907-2012) foi um arquiteto brasileiro responsável pelo planejamento arquitetônico de vários prédios de Brasília, capital do Brasil. Possui mais de 600 projetos em todo o mundo. É um dos maiores representantes da arquitetura moderna da história. Tem como característica principal o uso do concreto armado para as suas construções, com seu estilo inconfundível. Ele ainda se destacou como designer de móveis, esculturas e autor de livros.

Carioca, casa-se aos 21 anos e logo inicia os estudos na Escola Nacional de Belas Artes do Rio de Janeiro (atual UFRJ). Concluiu o curso de Arquitetura em 1934 e logo foi trabalhar com um dos mais renomados arquitetos brasileiros: Lúcio Costa.

Um de seus projetos mais conhecidos no parque é o Auditório Ibirapuera, concebido pelo arquiteto em 1950 e inaugurado em 2005. O equipamento cultural possui 7 mil m2 de área construída e 4.870 m2 de área projetada. Foi na década de 50 também que o arquiteto foi convidado pelo presidente Juscelino Kubitschek a participar da construção da capital do Brasil: Brasília.

O arquiteto ficou muito conhecido pelas obras que realizou em Brasília: o Palácio da Alvorada, o Congresso Nacional do Brasil, o Palácio do Planalto, o Supremo Tribunal Federal, o Panteão da Liberdade, a Catedral de Brasília e o Complexo Cultural da República João Herculino. (Da Redação com Estadão Conteúdo)

Veja as 27 obras tombadas recentemente

Palácio da Alvorada mostra traços característicos da obra de Niemeyer. - DIVULGAÇÃO
Palácio da Alvorada mostra traços característicos da obra de Niemeyer. (crédito: DIVULGAÇÃO)

São Paulo

- Conjunto de edificações projetadas por Oscar Niemeyer para o Parque do Ibirapuera: Palácio das Artes, Palácio das Nações, Palácio dos Estados, Palácio da Indústria, Palácio da Agricultura e Grande Marquise

Niterói

- Museu de Arte Contemporânea de Niterói

Rio de Janeiro

- Passarela do Samba

- Casa das Canoas

Brasília

- Palácio Jaburu

- Quartel General do Exército

- Blocos Ministeriais e Anexos

- Supremo Tribunal Federal

- Palácio do Planalto

- Congresso Nacional

- Palácio da Alvorada, incluindo a Capela

- Capela Nossa Senhora de Fátima

- Palácio do Itamaraty e Anexos

- Palácio da Justiça

- Pombal

- Casa de Chá

- Praça dos Três Poderes

- Touring Club do Brasil

- Conjunto Cultural da República: Museu da República Honestino Guimarães e Biblioteca Nacional Leonel de Moura Brizola

- Espaço Oscar Niemeyer

- Conjunto Cultural da Funarte

- Memorial dos Povos Indígenas

- Memorial JK

- Teatro Nacional Cláudio Santoro

- Panteão da Liberdade e Democracia Tancredo Neves

- Espaço Lúcio Costa

- Museu da Cidade.

Galeria

Confira a galeria de fotos