Guia Saúde

Ligamento Cruzado Anterior – O Que É, Lesões E Tratamento

O ligamento cruzado anterior é um ligamento presente no joelho. O joelho é uma articulação que une o osso da coxa (fêmur), ao osso da perna (tíbia), tendo o osso patelar no interior. 

Além do osso da patela, estão presentes no joelho ligamentos, os meniscos, cartilagens, bem como a musculatura. 

Existem vários ligamentos importantes no joelho. Os ligamentos do joelho são: Ligamento Cruzado Anterior, Ligamento Cruzado Posterior, Ligamento Colateral Lateral e Ligamento Colateral Medial. 

Um ligamento é um feixe fibroso, portanto não têm células que permitem sua regeneração. Uma vez rompido, ele não consegue se regenerar, podendo apenas ser costurado cirurgicamente, ou o paciente conseguir viver sem ele. 

O ligamento cruzado anterior é o ligamento mais exposto às lesões de esportes, tais como futebol, lutas, dentre outros, sobretudo ligado aos movimentos de rotação, ou seja, as entorses. Diante da ruptura completa desse ligamento, as outras estruturas do joelho, como meniscos e cartilagens ficam mais expostas ao desgaste precoce. 

Anatomia Do Ligamento Cruzado Anterior 

De acordo com o Dr. Thiago Fukuda, especialista em tratamento de diversas lesões no joelho, o ligamento cruzado anterior pode ser dividido em duas bandas: uma menor, chamada de banda ântero-medial, que atua nas flexões do joelho acima de 60 graus e é responsável por “segurar” a tíbia, evitando que ela seja deslocada para frente em relação ao fêmur, e a banda póstero-lateral (maior). 

A banda póstero-lateral atua na estabilidade desde a extensão total do joelho até graus intermediários de flexão (de 45 a 60 graus) e é responsável por evitar movimentos rotacionais excessivos do joelho.

Lesão No Ligamento Cruzado Anterior 

A lesão no ligamento cruzado anterior é geralmente por trauma e pode atingir as duas bandas, chamada de ruptura total, ou somente uma banda, caracterizando a ruptura parcial. 

A lesão no ligamento cruzado anterior já foi uma lesão extremamente grave no esporte e muitos jogadores de futebol, por exemplo, encerraram carreira após uma lesão de ruptura total do ligamento. Antigamente, não havia nenhuma possibilidade de reconstrução do ligamento rompido. 

Atualmente, há opções cirúrgicas de reconstrução do ligamento e dependendo da lesão, é possível conviver com o ligamento cruzado anterior lesionado, com um tratamento não-cirúrgico. 

Mas essa lesão não é restrita somente a atletas de futebol. Ela pode atingir qualquer pessoa, pois pode ocorrer girando o corpo com o pé fixo no chão, com o joelho sofrendo uma torção afetando o ligamento. 

Tratamento 

O tratamento proposto a alguém que sofreu lesão do ligamento cruzado anterior depende de vários fatores, incluindo o grau de lesão e as condições musculares do indivíduo. É necessário um minucioso exame para então propor o tratamento. 

Quando há ruptura total do ligamento, há opções cirúrgicas, como enxerto de tecido similar, como um pedaço do tendão do quadríceps ou de um grupo muscular na coxa chamado pata de ganso. Porém, em alguns casos o fortalecimento dos músculos da perna já é capaz de manter o joelho firme e a cirurgia não é necessária. 

Dessa forma, a avaliação individual é extremamente importante. 

Após a cirurgia de reconstrução do ligamento cruzado anterior, a fisioterapia é importante com o objetivo de retornar a mobilidade normal do joelho e fortalecimento muscular. 

Se o quadro não for cirúrgico, a fisioterapia também é muito importante, pois todo o processo de fortalecimento muscular permitirá que o indivíduo siga com as atividades diárias. 

Diagnóstico 

Para o diagnóstico de lesão de ligamento cruzado anterior é realizado um minucioso exame físico, bem como avaliação de exames de imagens, como raios-X e ressonância magnética. 

No passado, uma lesão no ligamento cruzado anterior era considerada gravíssima, mas hoje há opções de tratamento e de cirurgia, para que a pessoa possa manter suas atividades diárias. 

 

Comentários