Cruzeirinho

Um livro super

“Super” é tão incrível que passou a integrar o catálogo White Ravens, da biblioteca de Munique
Um livro super
Crédito da foto: Reprodução

Vanessa Marconato

Todas as manhãs, Super Papai vai trabalhar… voando! Mamãe também, mas ela vai de carro mesmo. À noite, o Super Papai assiste ao programa preferido do filho, enquanto a mamãe faz pipoca e outros afazeres domésticos. Às vezes, papai volta do trabalho acompanhado de seus super colegas… mesmo mamãe estando super cansada.

Todas as crianças numa certa fase da vida enxergam o pai como um herói. Alguém com super poderes, super força, que desbrava o mundo, atravessa os mais difíceis obstáculos, para no final do dia descansar no conforto da família. Mas e a mamãe? Será que ela também tem algum poder especial?

Um dia as coisas mudam. O pai fica em casa; deixou de usar a capa de super-herói e a mãe, que estava sempre em casa, agora só trabalha. Será que a mamãe trocou de lugar com o papai? Mães também podem ter superpoderes?

Leia mais  ASF e Sesi estão nas finais do Torneio Cruzeirinho de Futsal
Um livro super
Crédito da foto: Reprodução

“Super”, publicado pela editora Pulo do Gato, é tão incrível, que passou a integrar o catálogo White Ravens, da biblioteca de Munique na Alemanha. Só entram nessa lista os melhores títulos do mundo.

Jean Claude Alphen, o autor, faz livros com várias camadas, interpretações e ideias. Escreve para crianças, adultos e quem mais alcançar. Engrandece seu leitor como poucos autores conseguem, sem subestimar a inteligência das crianças e nem duvidar da subjetividade das palavras. Suas ilustrações são mínimas nos traços e máximas na sensibilidade, cada desenho tem a forma exata da imaginação de quem lê. Super mesmo!

Vanessa Marconato Negrão é professora e apaixonada por literatura infantil

Comentários