Cruzeirinho

Quem será o campeão paulista?

Crianças palmeirenses, corintianas, são-paulinas, santistas e são-bentistas torcem para seus times no Paulistão
Quem será o campeão paulista?
Fábio e Lorenzo Fontanezi Piva, de 12 e 4 anos, são corintianos roxos. Crédito da foto: Arquivo Pessoal

O futebol é um dos esportes mais amados do mundo. São milhões de torcedores entre os quatro cantos do globo, cada um com o seu time do coração. E por falar em times, você sabia que só no Brasil existem aproximadamente 650 times de futebol profissional? A parte mais legal é que grande parte deles está em nosso estado. São 89 times no território paulista, o que torna São Paulo o estado brasileiro com o maior número de clubes de futebol profissional, conforme aponta um estudo da Pluri Consultoria. Com tantos times, São Paulo também é o estado com a liga mais antiga do Brasil. Neste ano, o Campeonato Paulista de Futebol, ou Paulistão, conta com 16 clubes, divididos em quatro grupos, com os dois melhores classificados para a fase de mata-mata. Quem você acha que será o grande campeão?

A última etapa do campeonato está prevista para o dia 23 de maio, que será o jogo de volta da grande final. Mas os pequenos torcedores já estão ansiosos para saber qual time será o vencedor. Para os irmãos Rafael Antonangelo Chrispim, de 5 anos, e Joaquim Antonagelo Chrispim, de 3 anos, a taça ficará novamente com o Palmeiras, o atual campeão do Paulistão, que bateu o Corinthians na edição passada. Na casa de Rafael e Joaquim, a torcida é unânime para o Palmeiras. Para os pequenos, o Verdão vai fazer vários gols ao longo do campeonato. “Se o Palmeiras conseguir fazer mais gols que o outro time, ele ganha. Eu acho que vai ganhar”, acredita Rafael. Os dois acompanham todos os jogos junto com os pais. Joaquim conta que toda a família faz festa em dias de jogo. “Nos jogos, eu canto assim: ‘Vamos ganhar, Porco!’. O Palmeiras foi o campeão. Ele é o melhor”, comemora. Rafael também celebra as vitórias do time. “Eu fico muito feliz quando o Palmeiras faz gol, eu até pulo”, conta — ao dizer que pretende assistir os jogos no estádio quando a pandemia acabar.

Leia mais  Novo amiguinho

Para os irmãos Fábio Luca Fontanezi Piva, de 12 anos, e Lorenzo Fontanezi Piva, de 4 anos, o vencedor será o Corinthians, maior campeão paulista, com 30 títulos. Porém, os corintianos roxos acreditam que reconquistar o posto mais alto não será uma tarefa simples. “Vai ser difícil pela qualidade dos outros times e pela fase ruim que o Corinthians está passando. Mas no Campeonato Paulista ele tem uma vantagem pelo número de vitórias. A gente não consegue prever muito, mas acho que o Corinthians vai tentar ser campeão”, analisa Fábio. Durante o campeonato, os irmãos consideram que o timão fará de dois a três gols por partida. “Eu gosto de assistir o jogo do Corinthians, quando sai gol eu fico muito feliz”, conta Lorenzo, empolgado. Fábio também comemora muito quando o Corinthians goleia o time adversário. “Eu grito, pulo no sofá. É uma alegria”, frisa ao dizer que pretende ser um jogador de futebol para jogar no timão.

Diferente de Fábio e Lorenzo, a torcida na casa dos irmãos gêmeos Gustavo e Mateus Ferraz Cesarotti, de 5 anos, está dividida entre Corinthians e São Paulo. Isso porque o Gustavo é corintiano e Mateus são-paulino. Para Gustavo, o timão será o grande campeão. “Eu sou muito fã, torço para o Corinthians porque a mamãe é corintiana. Eu gosto de assistir os jogos, mas as vezes prefiro brincar. Quando o Corinthians faz gol, eu dou um mega grito e saio pulando, zoando meu irmão. Eu tenho a camiseta do time, coloco toda vez que brinco de futebol”. Já Mateus é apaixonado pelo tricolor desde pequeno, assim como o pai. E, se depender dele, quem vai ganhar o campeonato é o São Paulo, que não vive uma boa fase há alguns anos e vai em busca do primeiro título paulista desde 2005. “Eu quero que o São Paulo ganhe, só que ele está muito ruim essa semana. Acho que ele vai fazer três gols por jogo. Se o São Paulo ganhar eu vou ficar muito feliz”, confessa ao dizer que costuma fazer uma grande comemoração para celebrar a vitória do time.

Contrariando os gêmeos, o santista Jean Lucas de Almeida Vieira, de 14 anos, acredita que o time campeão será o Santos, que vai apostar nas categorias de base para a disputa do estadual. “A expectativa é grande, principalmente com os moleques da base. Acho que o Santos vai fazer pelo menos dois gols por jogo. É isso que eu espero”, reforça. Porém, Jean acredita que as disputas serão acirradas. “Vai ser um jogo difícil, porque os meninos estão estreando. Vai ser um jogo disputado”. Santista desde bebê, Jean não perde as esperanças em ver o time ganhar. “Eu sou muito fã de futebol, o Santos é uma parte da minha vida. Escolhi o Santos pela história do clube, é um grande time, um dos maiores do Brasil. É muito difícil eu perder um jogo. Se tiver jogo do Santos eu desmarco tudo para assistir”, afirma, ao dizer que sonha ser jogador de futebol. “Já joguei em campeonatos, estou tentando seguir uma carreira no esporte”.

Leia mais  Gaturamo-rei

Outro clube que está participando do Paulistão é o São Bento. O time sorocabano voltou para a elite em 2021 depois de ter disputado a Série A2 no ano passado, quando perdeu a final para o São Caetano. O Lucca Souza Laurindo, de 6 anos, está torcendo para ver a vitória do Bentão. “Eu acho que o São Bento vai se sair bem. O time é muito bom e precisa ganhar. É uma emoção grande quando o São Bento ganha. Eu comemoro muito, grito bem alto ‘gol do São Bento’ e saio pulando pela casa”. Filho do atual presidente do clube, Lucca já foi “mascotinho” do Azulão, quando entrou em campo junto com o elenco. “Foi muito legal. O gramado era fofinho. Eu tenho o uniforme, até pintei o cabelo de azul para assistir o jogo”. Quando crescer, Lucca quer jogar no São Bento. “Eu quero ser goleiro”.

Quem será o campeão paulista?
Nicolas Franzini Dias, de 10 anos, é apaixonado pelo São Bento. Crédito da foto: Arquivo Pessoal

Outro torcedor apaixonado pelo Bentão é o Nicolas Franzini Dias, de 10 anos. “Tenho camiseta, o uniforme completo. Tenho muita coisa do São Bento, que é da minha cidade, Sorocaba”. Nicolas não perde um jogo do time. Inclusive, antes da pandemia, ele sempre frequentava o estádio junto com o pai, que foi presidente da diretoria. “Eu acho mais legal assistir o jogo no estádio do que na TV, porque a gente acompanha de perto e dá apoio para o time”. Para garantir a taça, o São Bento precisa se esforçar bastante, reforça Nicolas. “Tem que ir mais para cima, experimentar novos jogadores e dar mais chances para a base. Eu acho que ainda tem chance de ganhar o campeonato, mas os próximos jogos vão ser difíceis”. Nicolas também já foi mascotinho do clube e entrou em campo junto com os jogadores. “Essa paixão pelo São Bento é de família, veio do meu avô. Quando sai o gol eu comemoro e fico pulando. O São Bento é uma alegria pra mim”, finaliza. E para você, quem será o grande campeão? (Jéssica Nascimento)

Comentários