Cruzeirinho

Para muitas crianças, chegou a hora de mudar de escola

É normal ficar ansioso nesse momento, mas é preciso encarar o desafio
Para muitas crianças, chegou a hora de mudar de escola
Começar uma nova fase, numa nova escola, pode ser um grande incentivo para fazer novos amigos. Crédito da foto: Fábio Rogério

Quando estamos acostumados com uma rotina, pode parecer difícil pensar em mudar, porque isso exigirá novas habilidades. Por exemplo, se você sempre costuma brincar no quintal, quando chove terá de ficar dentro de casa — e para isso terá de adaptar a brincadeira ao ambiente, não é mesmo? E agora se você tiver de mudar de escola? Já pensou como seria?

Nesse caso, pode ser que não veja mais alguns amigos, aquela professora tão querida e que o espaço físico da nova escola seja bem diferente do que está acostumado. Por outro lado, irá conhecer outras pessoas, terá a oportunidade de viver novas experiências e de amadurecer. No começo vai parecer estranho, mas é natural, porque é uma fase de adaptação, e você aos poucos irá se acostumar com as coisas novas que estão acontecendo.

Tem vezes que a família precisa mudar de bairro ou de cidade, e aí é natural que os pais procurem uma escola mais perto para seus filhos. Outras vezes a mudança ocorre porque aquela unidade escolar atende só até determinada idade. Então não adianta esbravejar, ficar emburrado ou triste, é preciso encarar! O Cruzeirinho de hoje conversou com crianças que vão mudar de escola e elas falaram tudo o que pensam sobre isso. Confira:

Para muitas crianças, chegou a hora de mudar de escola
Gustavo Henrique está feliz pois vai para uma escola maior. Crédito da foto: Arquivo Pessoal

Gustavo Henrique Souza Corrêa, 11 anos, mora no Jardim Gonçalves e agora, que está terminando o 5º ano do ensino fundamental 1, terá de ir para outra unidade, que atenda o fundamental 2. Aluno da Escola Estadual Gumercindo Gonçalves, ele já está na expectativa de ir para a Escola Estadual Professor Aggeo Pereira do Amaral, mas terá de caminhar mais um pouco, porque fica na Vila Haro. “Estou feliz pois vou para uma escola maior. Lá tem mais professores”, comenta.

Leia mais  Papai Noel está moderno e se comunica pelo WhatsApp

O Aggeo fica perto do Gumercindo e por isso todos os amigos da classe de Gustavo vão estudar juntos lá. Nesse sentido, não terá de se despedir dos companheiros de aventuras, o que já o ajuda a se sentir confiante. “Gosto muito de estudar, sou dedicado, então não vejo o dia de começar na nova escola. Estou muito ansioso.”

Para muitas crianças, chegou a hora de mudar de escola
Maria Eduarda ainda não sabe onde estudará. Crédito da foto: Arquivo Pessoal

Assim como Gustavo, a Maria Eduarda Bortolini, também de 11 anos, terá de mudar de escola para cursar o fundamental 2. No entanto ainda não sabe para onde irá. Maria estuda na Escola Estadual Professora Amélia Cesar Machado de Araújo, no Jardim Gutierres, e ali por perto tem o Aggeo e a Escola Estadual Professora Escolástica Rosa de Almeida, ambas na Vila Haro. “Alguns da minha turma podem ir para o Aggeo e outros para Escolástica. A escola que vai decidir e avisar a gente”, comenta Maria, acrescentando que quer muito ir para a Escolástica. “Lá é período integral, então vou poder estudar de manhã estuda e à tarde tem cursos. Já estou acostumada ir na escola de manhã”, diz.

Leia mais  Mesmo na adversidade, prioridade para o amor

A torcida da Maria é grande e pode ser que realmente consiga ir, porque simplesmente essa escola fica quase ao lado da sua casa! “Estou bem ansiosa, eu amo estudar. Acho que é importante para o futuro, né?”

Maria conta que queria que acontecesse só mais uma coisa: que todos os amigos fossem para a mesma escola. “A gente é bem unido, queria muito que pelo menos a metade da sala fosse.”
Já a pequena Luiza Braga Almeida, de 5 anos, afirma que vai sentir saudades da antiga escola, onde estuda desde bebê. “Amo essa escola”, disse. Mas como a Mundo Encantado só atende a educação infantil, terá de mudar. “Vou para o Colégio Sirius, lá é muito legal. As cadeiras são separadas, tem um lugar para o lanche, sabe, é uma mesa verde, de madeira.”

Para muitas crianças, chegou a hora de mudar de escola
A Luiza é uma das crianças que está se preparando para isso. Crédito da foto: Fábio Rogério

Quando foi conhecer a nova escola, Luiza já observou que tem cantina, mas vendem coisas que não gosta de comer. “Então vou levar minha lancheira”, decidiu.Como dois de seus amigos também estudarão lá, o Davi e a Lígia, então Luiza está na expectativa de estudar nessa escola. “É bonita, diferente e tem um parque bem grandão. Vou brincar bastante”, planeja ela, que não vê a hora de aprender a ler e escrever.

Pensamento positivo ajuda na hora de mudar

A psicóloga especialista em crianças e adolescentes, Ana Laura Schliemann, professora da PUC-SP, afirma que não importa se é criança, adolescente, adulto ou idoso, todas as vezes que vamos passar por mudanças, significa que vamos conhecer coisas novas e o novo, por ser algo que não sabemos o que é, pode trazer ansiedade. “Esse sentimento pode ser positivo ou negativo”, alerta a psicóloga.

Leia mais  Escola realiza ‘MasterChef’

Mas como saber? Se você fica sempre pensando nisso com angústia, achando que vai ser ruim, isso é negativo. Mas se fica entusiasmado e pronto para conhecer algo novo, aí é positivo!
Ana Laura disse ainda que vivenciar coisas diferentes faz com que a gente se conheça, descubra mais sobre nós mesmos, sobre aquilo que gostamos e o que não gostamos, e como vamos fazer para lidar com as situações.

Se você for mudar de escola e não gostar, não fique triste, isso pode acontecer e o ideal é falar com seus pais sobre isso. Uma boa dica para ir se adaptando é pedir para conhecer a nova escola, antes do início das aulas. “Isso é muito bom”, ressalta a psicóloga. “Mudança é difícil, mas é preciso aprender que as fases acabam”, acrescenta.

Ana Laura ainda lembra que você sempre pode buscar ficar bem e algumas atitudes podem te ajudar com isso, como por exemplo brincar com alguém que você gosta, começar a exercitar o pensamento positivo e ter aceitação, porque assim é a vida, feita de mudanças.

Comentários

CLASSICRUZEIRO