Cruzeirinho

Os raros leões brancos

Eles se diferenciam dos leões-sul-africanos apenas pela sua pelagem muito clara, quase branca
Os raros leões brancos
Esses filhotes nasceram num zoológico da França. Crédito da foto: AFP / Jean – Francois Monier

Estes dois filhotes de leão branco, com quatro meses de idade, foram flagrados no final de fevereiro no zoológico de La Flèche, na França. Com o nome científico de Panthera leo krugeri, esses animais se diferenciam dos leões-sul-africanos — aqueles que costumamos ver aqui no Brasil — apenas pela sua pelagem muito clara, quase branca, causada por transformações em seus genes. Essa cor diferente não causa a eles nenhum problema grave de saúde, mas gera uma grande desvantagem na vida na selva: reduz a sua capacidade de se camuflar. Eles acabam sendo presa fácil.

Leia mais  Tenha pena de ter pena!

 

Por causa disso, infelizmente, esses raros leões praticamente não existem mais na natureza — dizem que, na África, apenas 12 vivem soltos nas florestas. Em cativeiro, os cientistas tentam fazer com que a espécie não deixe de existir. Desde o ano 2000, os pesquisadores que estudam os leões tentam fazê-los voltar ao seu ambiente natural.

Assim como todos os leões, os brancos, quando adultos, podem chegar a medir até três metros de comprimento e a pesar mais de 130 quilos. Os leões brancos vivem cerca de 19 anos na natureza.

Comentários