Cruzeirinho

O ratinho sonhador

O ratinho sonhador
Crédito da foto: Divulgação

Vanessa Marconato Negrão

Leo Lionni, o autor desse livro, nasceu em 1910 e foi o primeiro escritor e ilustrador infantil a usar a colagem em seus trabalhos. Sua arte simples e ousada é perfeita para se comunicar com crianças muito pequenas. Leo costumava desenhar figuras enquanto contava histórias aos netos, e uma vez, durante uma longa viagem de trem, sem materiais de desenho, ele arrancou círculos de amarelo e azul de uma revista para ajudá-lo a contar uma história que tinha em mente. Essa experiência o levou a criar seu primeiro livro para crianças: Pequeno Azul e Pequeno Amarelo, de 1959, um dos seus maiores sucessos. Depois disso, se dedicou a escrever para crianças com mais frequência. Seu texto simples como suas ilustrações, e apresentado na forma de fábula, traz questões profundas de amor, comunidade e existência. “Frederico”, publicado pela Martins Fontes, é justamente assim.

Leia mais  Eu sou o Pica-Pau!

Uma família de ratos do campo, prevendo a chegada do inverno, passa a trabalhar dia e noite a fim de armazenar comida. Todos eles correm de um canto a outro do paiol juntando sementes e grãos. Menos Frederico.

Enquanto todos trabalham, Frederico fica quase imóvel contemplando o horizonte. E quando lhe perguntam: “Frederico, por que não trabalha?” Ele responde que já está trabalhando, está se dedicando a colher raios de sol, apanhar cores, juntar palavras.

O final dessa história é surpreendente e nos faz refletir sobre o valor da poesia em nossas vidas, especialmente nesse tempo em que precisamos tanto dela.

Vanessa Marconato Negrão é professora e apaixonada por literatura infantil.

Comentários