Cruzeirinho

Muitas cores, muitas lições

Artigo escrito por Vanessa Marconato Negrão, professora e apaixonada por literatura infantil
Muitas cores, muitas lições
Crédito da foto: Divulgação

Vanessa Marconato Negrão

Juca Pincel voltou, acompanhado do seu inseparável amigo Juca Paletinha, e dessa vez ele vem nos dar um recado muito importante. Aliás, dois: “a vida é muito mais bonita se for colorida” e “todos nós somos diferentes”.

Você consegue imaginar um mundo sem cores? Triste né? Sem graça. Chaaaaato. Era num mundo assim, cinza, que morava a bruxinha Guida, no Mundo das Bruxas. Onde cores não eram bem-vindas.

Guida vivia triste, porque ao contrário das colegas bruxas, ela era cheia de cores, de todas as cores! As outras bruxas desdenhavam dela: “olha como ela é feia!” “Que roupa fora de moda, colorida! Arghh.” Até que um dia, enquanto voava pelos céus, Guida enxergou uma nuvem branquinha, da qual saía um lindo arco-íris. Mais que depressa, ela pegou sua vassoura e foi ver de perto o que tinha ali. Adivinhem quem ela encontrou lá? Isso mesmo, os queridos Juca Pincel e Zeca Paletinha. Até que enfim a bruxinha encontrou alguém igual a ela!

Leia mais  Praticar esportes é bom demais!

Guida ficou maravilhada quando enxergou todas aquelas cores. Você já pode imaginar que esse encontro foi pra lá de especial e mudou completamente o Mundo das Bruxas. “A Bruxinha colorida” nos mostra o quanto é importante conviver com as diferenças, aceitar quem somos e quem os outros são. O autor sorocabano Maurício Dell’Osso é professor, especialista em várias áreas, principalmente no uso das cores. As ilustrações são de Clayton Esteves.

Vanessa Marconato Negrão é professora e apaixonada por literatura infantil.

Comentários