Cruzeirinho

Lobo, o ancestral dos cachorros

Cães, nossos animais de estimação, têm como ancestrais os lobos. Cientistas acreditam que os lobos foram domesticados no passado
Crédito da foto: AFP / DPA / Swen Pförtner

Olhando assim, ele lembra um cachorro de grande porte, como um pastor-alemão. Mas esse aí da foto é um lobo, flagrado na Alemanha. A semelhança não é à toa. Isso porque os cães, que são nossos animais de estimação, têm como ancestrais os lobos. Na verdade, os cientistas acreditam que os lobos foram domesticados no passado, dando origem a essa convivência entre o homem e os cachorros que temos hoje em dia.

Mamíferos e carnívoros, os lobos existem em três espécies — lobo-cinzento, lobo-etíope e lobo-vermelho — e dependendo da região na qual tiveram origem, podem ser maiores ou menores em tamanho. Existem lobos originários tanto das áreas mais frias do planeta como das mais quentes. Podem chegar a pesar mais de 38 quilos.

Fortes e com capacidade física para correr muito rápido — podem chegar a 65 quilômetros por hora — e viajar por longas distâncias, os lobos sempre vivem em grupo, formando as famosas matilhas. Todas as espécies estão ameaçadas de extinção porque, por seu jeito forte e seu uivo alto, os lobos sempre foram vistos como animais perigosos — e infelizmente, já foram alvo de muita caça pelo mundo afora. Por isso, também, eles foram escolhidos como os grandes vilões de várias histórias que conhecemos… lembra da Chapeuzinho Vermelho e dos Três Porquinhos? Porém, na natureza, esse lindo animal exerce seu papel, ajudando a manter a qualidade de todo o meio ambiente.

Comentários