Buscar no Cruzeiro

Buscar

Acervo

Gaturamo-rei

04 de Abril de 2021

Gaturamo-rei Machos têm a garganta e a parte de cima da cauda escura. Crédito da foto: Vanderlei Galdino da Silva / Coaves

Nome popular: Gaturamo-rei

Nome científico: Euphonia cyanocephala (Vieillot, 1818)

Esta ave se chama Gaturamo-rei por ter uma coroa azul na cabeça. Ambos os sexos (macho e fêmea) possuem a coroa e a nuca na cor azul-turquesa. Além da coroa, os machos possuem a garganta e a parte de cima da cauda escura e a barriga amarelo-alaranjada. Já a fêmea é bem diferente do macho, com penas verde-oliva na parte de cima do corpo e amarelada por baixo. Sua testa é alaranjada e verde com a coroa e nuca azuis.

A diferença entre formas e cores entre o macho e a fêmea chama-se dimorfismo sexual. Geralmente, quando a fêmea é diferente do macho e tem coloração mais discreta, é como proteção para ela ficar menos exposta aos predadores e porque os machos, na maioria das vezes, são escolhidos pelas fêmeas e, então, precisam ter uma plumagem mais vistosa e diferente, já que a cor das penas é um dos critérios para a fêmea escolher seu pretendente.

Sua majestade, o rei dos gaturamos, não é muito fácil de ser avistada, mas pode ser encontrada em bordas de matas, inclusive em parques da nossa cidade. Alimentam-se, geralmente, de frutinhas silvestres variadas, como espécies de “ervas-de-passarinho”, néctar das flores e pequenos insetos.

O macho e a fêmea trabalham juntos na construção do ninho, que é feito com musgo e fibras vegetais e têm a forma de uma pequena bola. Uma curiosidade dessa espécie é que ela possui um “estômago” próprio para ela consumir frutos. Quando ela engole o fruto, a digestão é bem rápida e só absorve os nutrientes do fruto, sem danificar a semente, que sai ilesa no seu cocô.

Faça sua parte

Por ser uma espécie com um tipo de digestão tão especial, o gaturamo-rei é um importante disseminador de sementes, já que elas saem inteiras no cocô e, se caírem em um solo fértil, germinam. Assim como o rei dos gaturamos, podemos ajudar a natureza plantando sementes ou mudas de plantas nativas nas bordas das matas para ampliar as florestas da nossa cidade e, assim, garantir abrigo e alimento para nossa bicharada!

Elaboração: Coaves Kids e Secretaria do Meio Ambiente e Sustentabilidade de Sorocaba (Sema)