Buscar no Cruzeiro

Buscar

Está na hora dos pequenos voltarem à escola

07 de Fevereiro de 2021 às 00:01
Jéssica Nascimento [email protected]

Está na hora dos pequenos voltarem à escola O Colégio Politécnico inaugurou uma nova unidade no Alto da Boa Vista. Crédito da foto: Pedro Negrão

Comprar novos cadernos, etiquetar os materiais, organizar a mochila, arrumar o uniforme. A lista de tarefas para se preparar para a volta às aulas é grande, mas isso não é problema para as crianças. Mais do que nunca, os pequenos esperaram ansiosamente pelo início de um novo ano letivo. Depois de tanto tempo longe das salas de aula, está na hora de voltar para a escola. Mas, desta vez, além de cadernos e canetas, na lista de materiais também foi preciso incluir máscara facial e álcool em gel. Isso porque as escolas precisaram se adaptar para retomar os estudos. Nos colégios particulares, as aulas presenciais já começaram, seguindo todos os protocolos para evitar a contaminação do novo coronavírus.

No Colégio Politécnico, as aulas foram retomadas na última semana. Na nova unidade, localizada no Alto da Boa Vista, os alunos foram acolhidos com entusiasmo pela equipe escolar. A Ana Laura Santos, de 6 anos, matriculada no 1º ano do Ensino Fundamental 1, estava ansiosa para o primeiro dia de aula. “Eu vou me divertir e brincar bastante nessa escola. Vou fazer muitos amigos e vou aprender a ler e escrever”. O Ravi Cassiano Rodrigues, de 6 anos, colega de classe de Ana Laura, adorou a nova escola. “Eu achei bem legal. A hora do recreio é a minha parte preferida, posso brincar bastante”, conta ao dizer que vai aprender a ler e escrever esse ano. “Isso é muito importante”.

[gallery columns="1" size="medium" ids="318364,318365,318366,318369"]

Para a Mariah Grabenweger de Costa Lima, de 9 anos, este novo ano letivo está sendo bem diferente. Isso porque ela começou o 5º ano do Ensino Fundamental 1 em uma nova escola e em uma cidade diferente. “Eu vim de São Paulo há dois meses. É tudo novo. Espero fazer muitos amigos no Politécnico”. Mariah estava muito ansiosa para começar os estudos. “A parte mais legal é conhecer os amigos, arrumar o material, comprar coisas novas, colocar etiquetas. Eu arrumei tudo antes de começar as aulas”, frisa.

O Leonardo Ferraz, de 11 anos, ingressou no 6º ano do Fundamental 2 na unidade Alto da Boa Vista. A ansiedade para o primeiro dia de aula era tanta que ele quase não conseguiu dormir. “Foi difícil. Estava com muita saudade da escola”, confessa. Antes, Leonardo estudava na unidade do Centro. “Estou amando essa escola nova. É bom mudar às vezes”, conta. Para ele, esse novo ano letivo vai ser bem desafiador. “Temos que usar máscaras e tomar todas as precauções, mas ainda assim eu prefiro as aulas presenciais. Esse ano espero alcançar boas notas e passar de série”.

Está na hora dos pequenos voltarem à escola No Colégio Anglo, o novo ano letivo teve início há duas semanas. Crédito da foto: Pedro Negrão

No Colégio Anglo, as aulas começaram há duas semanas. O Matheus Rodrigues Arrojo, de 9 anos, que está no 5º ano do Fundamental 1, comemorou a volta das aulas presenciais. Mas para frequentar a escola, Matheus diz ser preciso seguir alguns cuidados para evitar a contaminação do novo coronavírus. “Temos que usar máscaras, passar álcool em gel nas mãos e tirar os sapatos para entrar na sala. Mesmo sendo difícil, ainda prefiro estar na escola. É mais divertido do que ficar em casa”, conta ao dizer que estava com muita saudade do colégio. “Eu adoro a escola, gosto de estudar, brincar na quadra e comer na cantina com os meus amigos”.

Está na hora dos pequenos voltarem à escola As escolas precisaram se adaptar para a retomada das aulas presenciais. Crédito da foto: Pedro Negrão

A Valentina Frota Rodrigues, de 9 anos, aluna do 4º ano do Fundamental 1, acordou cedinho para não se atrasar para o primeiro dia de aula, já que ela também não via a hora de voltar para a escola. “Estava com saudade dos meus amigos e dos professores. Não estava gostando das aulas on-line, são bem diferentes das presenciais”, destaca. A saudade da escola era tanta que Valentina agora acorda todos os dias animada para estudar. “Não tenho mais preguiça. Esse ano eu pretendo aprender bastante, estudar muito e não faltar nenhum dia da aula”, finaliza. (Jéssica Nascimento)