Cruzeirinho

Cuidado com as telas em excesso

Cuidado com as telas em excesso
Para que os olhos não sofram, é importante não passar mais de duas horas de olho nas telas. Crédito da foto: pixabay

Muito tempo longe de casa, com saudades das pessoas e das nossas atividades diárias por causa da pandemia do coronavírus. Nessa situação, é quase impossível ficar longe de celulares, tablets e da televisão, né?

A tecnologia têm ajudado muito a todos durante essa fase de isolamento social: a aproximar, a divertir, a trabalhar, estudar… mas não podemos prejudicar a nossa saúde.

Muito tempo com os olhos na tela acaba prejudicando os nossos olhos. É bom possível que você já tenha sentido cansaço, coceira ou os olhos ardendo depois de uma maratona de desenhos, filmes ou games.

O médico oftalmologista Leôncio Queiroz Neto conta que essa sensação se chama estresse visual. Os principais sintomas são sensação como se tivesse areia nos olhos, visão embaçada e dor de cabeça.

Um dos principais motivos dos sintomas é que, quando estamos olhando para uma tela, piscamos bem menos do que quando não estamos. Isso deixa os olhos mais ressecados. Por isso, a orientação para as crianças é não ficar direto de olho nas telas por mais de duas horas. Se divirta, mas sem deixar a saúde de lado!

Comentários