Cruzeirinho

Cuidado com as capivaras, estão à solta na cidade

A capivara é o maior roedor do mundo e é nativa da fauna brasileira
Cuidado com as capivaras
Crédito da foto: Divulgação / Secom Sorocaba

Ao andar pela cidade, principalmente nas ruas e avenidas que ficam próximas ao Rio Sorocaba, você já deve ter reparado algumas placas de sinalização novas que foram instaladas nesses locais. Elas trazem o alerta: “Atenção. Animais silvestres” e o desenho da silhueta de uma capivara.

Esses avisos foram colocados nas ruas pela Urbes, empresa pública que cuida do trânsito em Sorocaba, para alertar aos motoristas sobre a presença de capivaras nesses locais, principalmente na avenida Dom Aguirre, conhecida também como marginal. Isso porque elas, que moram na mata e às margens do rio, vivem circulando e acabam, algumas vezes, atravessando a rua. A ideia é alertar quem anda de carro por estes locais para que tome cuidado para evitar que, por um acidente, possa acabar atropelando alguma delas — o que, infelizmente, já aconteceu.

Leia mais  Tiziu
Cuidado com as capivaras
Placas foram colocadas, na avenida Marginal, para que os motoristas fiquem mais atentos aos animais. Crédito da foto: Divulgação / Secom Sorocaba

A capivara é o maior roedor do mundo e é nativa da fauna brasileira. Se alimenta de gramíneas e vegetação aquática. A espécie possui um corpo robusto e musculoso, coberto por pelos marrom-escuros. Uma capivara pode chegar a cerca de 1,3 metro de comprimento e 60 centímetros de altura. Seu peso varia muito, mas esses mamíferos podem ter até 80 quilos! Elas muitas vezes são vistas em bandos e durante o dia costumam ficar dentro da água dos rios, de onde saem no final da tarde e à noite.

Comentários