Cruzeirinho

Crianças realizam sarau poético virtual

Os participantes recitaram poesias de Cora Coralina, Cecília Meireles, Vinicius de Moraes e inclusive de autoria própria

Quem gosta de ler já deve ter tido algum contato com poesias. Há várias delas feitas especialmente para as crianças, de autores como Cora Coralina, Cecília Meireles, Vinicius de Moraes… Tratam-se de textos curtos, escritos em versos, muitos deles rimados, parecendo até canção. As letras de músicas, por exemplo, são como poesias, só que elas recebem melodias e são feitas para serem cantadas. Já as poesias podem ser recitadas, ou seja, lidas em voz alta e até mesmo interpretadas, que é quando se coloca emoção ao ler. Esses pequenos textos, além de incentivarem o gosto pela leitura, também são ótimos para praticar a oralidade, afinal muitos têm dificuldade em ler algo para outras pessoas, saber as pausas das pontuações. Então, recitar poesias pode ajudar, além de ser bem divertido!

Foi o que fizeram 12 estudantes, com idades entre 9 e 10 anos, alunos do 4º ano da Escola Municipal de Ensino Fundamental Professora Elza Brígida Ferriello Malatrasi, de Boituva. Essas crianças, a convite da professora Cláudia Luciano Lima, realizaram um sarau poético on-line.

Um sarau é uma reunião de pessoas, geralmente no fim da tarde ou noite, para compartilhar arte. Pode ser poesia, como fizeram os alunos, ou ainda música, dança, pintura, entre outras expressões artísticas. Pode também ser tudo isso junto.

Leia mais  Desenhos em defesa dos direitos das crianças

A proposta da professora foi para todos os 21 alunos da turma, que estão tendo aulas remotas devido ao isolamento por conta do coronavírus. Mas ela deixou à vontade para participar quem quisesse. Os alunos deveriam escolher as poesias que mais gostassem, por meio de pesquisa em livros ou sites. Depois, fazer um vídeo de sua leitura.

Conforme a professora, essa foi a maneira que encontrou para os estudantes vivenciarem situações reais de leitura com significado social. Os vídeos foram unidos em um único arquivo, postado no canal dos alunos criado no YouTube. Para conferir, basta acessar o endereço https://is.gd/qoT3ZY.

Pequena poetisa

Crianças realizam sarau poético virtual
Crédito da foto: Arquivo Pessoal

Quando soube da atividade, Maria Eduarda Ferreira Rocha Ribeiro, 9 anos, disse que foi pesquisar. Encontrou algumas poesias, mas não achava nenhuma que fosse do seu interesse para recitar. “Então resolvi escrever a minha própria poesia”, afirma. A pequena pensou muito sobre o que iria escrever. “Fiquei bastante em dúvida, minha memória ficava cheia de coisa, fui escrevendo e cheguei num resultado que gostei. Fui ler para ver como ficou e quando percebia erro, ia apagando, corrigindo”, conta a pequena poetisa.

Com “A estrela”, Maria Eduarda fez uma homenagem à sua família. Essa foi sua primeira poesia. Ela gostou tanto da experiência que pretende continuar escrevendo. “Adoro ler, amo criar e imaginar.”

Leia mais  O ratinho sonhador

Importante

Crianças realizam sarau poético virtual
Crédito da foto: Arquivo Pessoal

Matheus Viana Tenório, 9 anos, quis recitar “Um caldeirão de moedas”, de Martha Medeiros. “Acho a leitura muito importante”, disse, acrescentando que adorou se ver no vídeo.

Desenvolve a imaginação

Crianças realizam sarau poético virtual
Crédito da foto: Arquivo Pessoal

Eloísa de Almeida Pimentel, 9 anos, leu “Não sei”, de Cora Coralina. Ela disse que achou interessante participar com todos os colegas. “A leitura desenvolve a imaginação e aprendemos novas palavras”, afirma. Conforme ela, a leitura ainda ajuda na escrita e acalma.

Por um mundo melhor

Crianças realizam sarau poético virtual
Crédito da foto: Arquivo Pessoal

Devid Ruan Santos Fernandes Evangelista, 10 anos, elegeu “As borboletas”, de Vinicius de Moraes. Ele quis participar porque sabe que a atividade é importante para o aprendizado das crianças “e para um mundo melhor”, acredita.

Inspiração para outros

Crianças realizam sarau poético virtual
Crédito da foto: Arquivo Pessoal

Na opinião de Lavínia Janis Negrão Silva Santos, 10 anos, o sarau que fez com seus amigos pode inspirar e incentivar muitas pessoas a lerem. “Além de ser uma coisa muito legal e criativa”, comenta ela, que recitou “A centopeia”, de Marina Colasanti.

Conhecimento

Crianças realizam sarau poético virtual
Crédito da foto: Arquivo Pessoal

Para Lucas Batista Rocha Ribeiro, 10 anos, a leitura ajuda a ter conhecimento e a entender melhor as lições. Ele recitou “O menino azul”, de Cecília Meireles. “Costumo ler sempre à noite alguma coisa”, conta.

Ser alguém na vida

Crianças realizam sarau poético virtual
Crédito da foto: Arquivo Pessoal

“A leitura é muito importante. Como que eu vou ser alguém na vida sem a leitura? Se eu souber ler e entender, vou ter mais oportunidade de trabalhos”, afirma Kelmy Ketlyn Mendes Gonçalves, 9 anos, que escolheu “A centopeia”, de Marina Colasanti.

Leia mais  40 anos de Maluquinho

Muito legal

Crianças realizam sarau poético virtual
Crédito da foto: Arquivo Pessoal

Alysson Isac Almeida Andrade, 9 anos, elegeu “As borboletas”, de Vinícius de Moraes. “Gosto de ler e participar do vídeo foi muito legal”, disse.

Lendo em casa

Crianças realizam sarau poético virtual
Crédito da foto: Arquivo Pessoal

“A centopeia”, de Marina Colasanti, foi a escolha de Ester Rocha Soares, 9 anos. “Eu adorei fazer o sarau poético. Muito divertido. Eu adoro ler. Já pedi um livro para minha mãe e estou quase terminando.”

Aprender coisas novas

Crianças realizam sarau poético virtual
Crédito da foto: Arquivo Pessoal

“Eu gostei muito, me senti feliz fazendo a leitura do poema”, disse Felipe Ricardo Ferreira Rocha Santos, 9 anos, que se encantou por “Catira”, de Helena Coelho. Ao ler, ele se sente no mundo da imaginação. “A gente aprende coisas novas e também aprende a escrever melhor”, acrescentou.

Na dúvida…

Crianças realizam sarau poético virtual
Crédito da foto: Arquivo Pessoal

Kaik Fernando da Silva Alves, 9 anos, escolheu “A lua foi ao cinema”, de Paulo Leminski. Conforme ele, a leitura é algo muito importante. “Temos que aprender a ler. Vai que um dia os livros acabam”, pensou.

Treinar a leitura

Crianças realizam sarau poético virtual
Crédito da foto: Arquivo Pessoal

Outra aluna que escolheu “A lua foi ao cinema”, de Paulo Leminski, foi a Luana Aparecida Fidelis, também de 9 anos. “Gosto muito de ler e acho que é importante para treinar a leitura.”

Comentários